Yony quebra jejum e dá a vitória ao Flu sobre o Botafogo

Colombiano não balançava as redes adversárias há mais de mil minutos

Foram 1.095 minutos sem balançar as redes. O jejum de Yony Gonzales, porém, acabou em boa hora para o Fluminense. Com um toque de cabeça, o atacante colombiano encerrou o jejum e assegurou a vitória de 1 a 0 do Tricolor sobre o Botafogo no clássico carioca deste domingo, no Nilton Santos, válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a agremiação das Laranjeiras chegou aos 25 pontos, ultrapassou o Ceará e, no momento, está em 15º lugar na competição nacional, um respiro no objetivo de escapar da queda à Série B.

Enquanto isso, o Alvinegro de General Severiano sofreu a quinta derrota consecutiva e, depois de sonhar com uma vaga na próxima Taça Libertadores, passa a focar na luta contra o rebaixamento. Por enquanto, somando 27 pontos, é o 12º colocado. Para complicar a situação, a diretoria confirmou, instantes após o fim do clássico, a demissão do técnico Eduardo Barroca.

Ambos voltam a campo pelo Brasileirão na quarta que vem. Às 19h15 (de Brasília), o Botafogo, novamente no Nilton Santos, recebe o Goiás. Já o Fluminense, a partir das 21h30 (de Brasília), encara, no Mineirão, o Cruzeiro.

O JOGO

Mesmo fora de casa, o Fluminense, do agora técnico efetivado Marcão, iniciou a partida buscando impor seu estilo de jogo e pressionar o Botafogo, que praticamente não ameaçou a meta defendida por Muriel.

O domínio tricolor acabou sendo recompensado aos 34 minutos. Depois de uma blea troca de passes pelo lado direito, Gilberto cruzou. Rápido, Yony Gonzales se antecipou ao zagueiro Gabriel e testou colocado, sem chances para Gatito Fernandez.

Na segunda etapa, o Botafogo apertou a marcação e passou a rondar mais a área do Fluminense, mas só criou uma grande oportunidade aos 39 minutos, quando Rodrigo Pimpão, que substituiu Luiz Fernando, figura apaga na partida, cabeceou e Muriel, de soco, impediu o gol de empate.

Já o Flu, apesar de menos presente no ataque, teve ótimas chances com Allan, Gonzalez e Wellington Nem, que veio do banco e substituiu Paulo henrique Ganso, outro com atuação discreta. As três finalizações tricolores, no entanto, acabaram indo pela linha de fundo.

Após o apito final, enquanto os torcedores do Fluminense comemoravam mais um bom resultado, os btafoguenses não perdoaram novo revés e deixaram o Nilton Santos profundamente irritados e temendo pelo futuro no Brasileirão.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler mais sobre isso