Vitória promete entrar com recurso no TJD-BA após polêmico clássico de domingo

0

O polêmico Ba-Vi do último domingo, no Barradão, ainda repercute nos bastidores. Em entrevista à Rádio Transamérica FM nesta terça, o presidente do clube rubro-negro, Ricardo David, declarou que o clube não aceitará a derrota de 3 a 0 imposta pela Federação Baiana de Futebol. Segundo o dirigente, haverá, por parte do Leão da Boa Terra, o ingresso de um recurso para modificar a decisão da entidade.

“Vamos entrar com um requerimento e lutar contra isso, pois entendemos que as duas partes deram causa a tudo o que aconteceu e não tem o porquê de o Vitória ser punido neste momento. O recurso já foi elaborado pelo departamento jurídico”, resumiu o mandatário, sem especificar o dia certo da entrada de requerimento.

No clássico do final de semana, o Vitória ganhava por 1 a 0 até os três minutos do segundo tempo, quando Vinícius, cobrando pênalti, deixou tudo igual. Ao comemorar, o meia do Bahia dançou em frente aos torcedores rivais, dando início a tremenda confusão, que acabou com oito expulsões, quatro de cada lado e um longa paralisação.

No recomeço da partida, Uilian Corrêa e Bruno Bispo também receberam cartão vermelho, fazendo com que o Vitória ficasse com seis jogadores, um abaixo do mínimo permitido para uma equipe ter condições de jogo. Dessa forma, o árbitro Jaílson Macedo de Freitas encerrou a partida antes do tempo regulamentar.

Com a decisão tomada pela Federação, o Bahia chegou aos 11 pontos, assumindo a vice-liderança do Estadual. Enquanto isso, o Vitória, que tem um jogo a menos, permanece com 10 pontos. Quem ocupa, no momento, o primeiro lugar do torneio é a Juazeirense, somando 16 pontos.

Gostou da matéria? Então siga-nos

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas