Vitória promete entrar com recurso no TJD-BA após polêmico clássico de domingo

0

O polêmico Ba-Vi do último domingo, no Barradão, ainda repercute nos bastidores. Em entrevista à Rádio Transamérica FM nesta terça, o presidente do clube rubro-negro, Ricardo David, declarou que o clube não aceitará a derrota de 3 a 0 imposta pela Federação Baiana de Futebol. Segundo o dirigente, haverá, por parte do Leão da Boa Terra, o ingresso de um recurso para modificar a decisão da entidade.
“Vamos entrar com um requerimento e lutar contra isso, pois entendemos que as duas partes deram causa a tudo o que aconteceu e não tem o porquê de o Vitória ser punido neste momento. O recurso já foi elaborado pelo departamento jurídico”, resumiu o mandatário, sem especificar o dia certo da entrada de requerimento.
No clássico do final de semana, o Vitória ganhava por 1 a 0 até os três minutos do segundo tempo, quando Vinícius, cobrando pênalti, deixou tudo igual. Ao comemorar, o meia do Bahia dançou em frente aos torcedores rivais, dando início a tremenda confusão, que acabou com oito expulsões, quatro de cada lado e um longa paralisação.
No recomeço da partida, Uilian Corrêa e Bruno Bispo também receberam cartão vermelho, fazendo com que o Vitória ficasse com seis jogadores, um abaixo do mínimo permitido para uma equipe ter condições de jogo. Dessa forma, o árbitro Jaílson Macedo de Freitas encerrou a partida antes do tempo regulamentar.
Com a decisão tomada pela Federação, o Bahia chegou aos 11 pontos, assumindo a vice-liderança do Estadual. Enquanto isso, o Vitória, que tem um jogo a menos, permanece com 10 pontos. Quem ocupa, no momento, o primeiro lugar do torneio é a Juazeirense, somando 16 pontos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies