Ulisses Santos: Inter 2×0 CSA

Em sua terceira partida em casa pelo Brasileirão 2019, a equipe colorada conquista sua terceira vitória. Inter é o quinto na tabela de classificação.

0

O Internacional não perdoou o CSA na tarde deste domingo 19, no Beira-Rio e conquistou sua terceira vitória no Campeonato Brasileiro, além disso assegurou a invencibilidade no Beira-Rio na competição. A equipe colorada balançou as redes alagoanas em três oportunidades, mas uma foi anulado pelo árbitro de vídeo após conferir o gol de Victor Cuesta. Nonato e Edenílson foram os nomes dos gols da partida. Rodrigo Moledo teve que ser substituído nos minutos iniciais por problema no músculo adutor da coxa.

PRIMEIRO TEMPO

Em um começo surpreendente viu-se o CSA tomar conta das ações tendo, inclusive, as primeiras chances claras de gol no jogo. Isso até os vinte minutos de partida. A partir daí,a equipe colorada tomou pra si a posse de bola e passou a exercer seu domínio até realizar uma tabela perto da área alagoana que terminaria com a chegada pra conclusão do garoto Nonato: D’Alessandro fez uma inversão de jogada até Iago que cabeceou para a pequena área onde estava Nonato que concluiu: 1×0.

Nonato parece ter encontrado o caminho das redes adversárias. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O gol deu certa tranquilidade à equipe colorada que seguiu exercendo seu domínio de bola na busca pelo segundo gol que chegaria aos 45 minutos.  Em cobrança de falta, próxima da área alagoana, D’Alessandro encontra Victor Cuesta que jogou para o fundo das redes: 2×0. Era o sossego necessário para ter um segundo tempo em ritmo lento.

Porém tinha um VAR no meio do caminho

O árbitro de vídeo chamou o juiz para verificar o lance e… o juiz anulou, soube-se depois, pela ação do jogador Emerson Santos que, em situação irregular, participou da jogada em benefício de Cuesta.

Voltamos ao 1×0.

SEGUNDO TEMPO

A etapa final começou da mesma forma que a primeira: o domínio de bola do time alagoano, porém sem lances de área. Em seguida, o Inter passou a ter a posse de bola com situações de efetivo perigo ao gol do CSA.

Aos 12 minutos Nonato, de dentro da área chuta a gol para defesa do goleiro. A equipe alagoana devolve com um lance de perigo aos catorze minutos no lance seguinte.

Aos 19 minutos era feita a obra de arte do jogo. Em tentativa de tabelamento com Nonato – de excelente atuação mais uma vez – a bola volta para Edenílson que acerta um potente chute de fora da área, chegando ao ângulo do goleiro adversário: 2×0.

Mais uma excelente atuação, desta vez brindado com um golaço. Joga muito! (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Dessa vez não teve pro VAR.

Se quiser (re)ver os gols do jogo, clique aqui.

Teríamos ainda uma chance de gol de Paolo Guerrero aos 28 minutos de jogo. Em seguida, aos 31 minutos, um lance de ataque do CSA exige que Marcelo Lomba realize uma defesa muito difícil. Aos 34 , o ataque alagoano acerta o poste da goleira colorada, o que seria o derradeiro lance de perigo da equipe na partida.

No esquema tático do Inter, acredito que deve-se corrigir a atitude da equipe nos inícios dos tempos. Dá a impressão de demorar mais que o adversário para “entrar no jogo”.

A torcida mais uma vez respondeu ao chamado e fez a sua parte. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

O objetivo do Inter no Brasileirão passa a ser atuar fora de casa como em casa. Ainda não pontuamos em partidas fora. Foram duas derrotas. Chegou a hora de buscarmos pontos fora. Se for vitória, melhor.

Agora o interesse passa a ser a primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Paysandu nesta quinta-feira em Porto Alegre.

Saudações Coloradas!

Ulisses B. dos Santos

@prof_colorado

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies