Torcida do Inter, sentiu falta da tradicional camisa vermelha no Beira-Rio

Terceira camisa foi tema de debate entre os torcedores do Internacional

O Internacional jogou ontem contra o Palmeiras, e não foi apenas o resultado que chamou atenção. Foram os novos uniformes cinzas do colorado. Primeiro porque o contraste com a camisa verde do visitante Palmeiras, dificultava entender de qual time eram os jogadores, e segundo, porque a disputa foi em casa, onde tradicionalmente os clubes não abrem mão de jeito nenhum do direito de atuar com os seus uniformes principais.
Nas redes sociais, os torcedores que já estavam inquietos pelo resultado, reclamaram bastante do irreconhecível cinza na armadura colorada dentro do caldeirão Beira-Rio, e não pouparam esforços para criticar empenhadamente a decisão de usar a cor discreta ao invés do vermelho marcante de costume ao longo dos seus mais de 100 anos de história.
Ao final de um 0x0 tão cinza quanto a cor da camisa, alguns atletas do Palmeiras, ao serem questionados sobre o tema, reforçaram, que em diversos momentos, principalmente quando estavam distantes um do outro no campo, notava-se uma ligeira confusão entre os tons, mas que não foi o suficiente para atrapalhar o jogo que se estendeu sem nenhum lance duvidoso ou erro da arbitragem.
Sabe-se que horas antes da bola rolar, o departamento responsável do Internacional, se prevenindo do problema que poderia acontecer, se encarregou de levar em mãos, o terceiro uniforme do clube, para mostrar a comissão do Palmeiras, solicitando que o alvi-verde entra-se em campo com o seu uniforme branco, mas o clube paulista foi veemente contra, e negou a possibilidade.
Com toda a confusão, a arbitragem que deveria não ter autorizado antes do jogo dois uniformes com tons semelhantes, ordenou que o Palmeiras vestisse então, a camisa branca resolvendo a situação que felizmente não teve prejuízos maiores para as equipes.
Resumo da partida:
Internacional e Palmeiras fizeram um jogo de gigantes com muito respeito entre ambas as equipes. O colorado trajado com seu novo terceiro uniforme, demorou para entrar na partida, enquanto o Palmeiras aproveitou e fez um primeiro tempo com mais oportunidades. Odair ajeitou o time para a segunda etapa e o jogo ficou parelho com chances para os dois lados. No final, um placar justo de duas defesas sólidas que não sabem levar gols a muitos jogos. Um zero a zero que ajudou o líder São Paulo a fica 3 pontos longe do Inter.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies