Toda covardia será castigada !!!!

Deus não premia os covardes. Essa frase pode caber perfeitamente ao que aconteceu com o Fluminense na noite da última quarta-feira. Diante de uma postura totalmente covarde, os comandados de Abel Braga fracassaram em mais uma tentativa de levar o Tricolor ao inédito título da Taça Libertadores da América. Em um Defensores Del Chaco lotado, a equipe das Laranjeiras acabou sendo eliminada, ainda na fase preliminar do torneio, pelo Olimpia, do Paraguai, com uma derrota de 2 a 0 no tempo normal e outra de 4 a 1 nos tiros livres da marca de pênalti.

Pelo fato da vitória de 3 a 1 no jogo de ida, no Nilton Santos, o que lhe deu a vantagem de se classificar para a fase de grupos até com uma derrota por um gol de diferença, o Fluminense adotou uma postura longe das sua enorme tradição. Ao invés do clube retumbante de glórias e vitórias acima de mil, o que se observou, ao longo dos mais de 90 minutos, foi um time sem a gana tradicional dos vencedores, sem a ambição dos conquistadores e sem o ímpeto dos desbravadores.

Agora, resta, ao clube tantas vezes campeão, pensar na conquista do “fantástico” Campeonato Carioca, disputar a Copa Sul-Americana e a Copa do Brasil e sobreviver no Brasileirão. Com ousadia, sem covardia.

Related articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share article

Latest articles

Newsletter

Subscribe to stay updated.