Tite diz que convocação da Seleção Brasileira “favoreceu o Palmeiras”

Seleção Brasileira enfrentará El Salvador na próxima terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), em Washington, nos Estados Unidos. O amistoso está marcado para a véspera dos confrontos de ida das semifinais da Copa do Brasil.

Uma coisa está diretamente ligada a outra pelo fato do Flamengo ter perdido Lucas Paquetá para enfrentar o Corinthians, que por sua vez não terá Fagner. Apesar de ter se machucado, o lateral também havia sido convocado para defender o Brasil. Além disso, Dedé desfalcará o Cruzeiro diante do Palmeiras. O clube alviverde, por outro lado, é o único em disputa que não teve jogadores chamados por Tite.

Tite se mostrou consciente das críticas que receberia pelas convocações (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Nessa sexta-feira, na entrevista coletiva após a vitória sobre os Estados Unidos por 2 a 0, o comandante da Seleção Brasileira reconheceu a dificuldade que impôs a esses clubes, admitiu também a vantagem que o Palmeiras acabou ganhando, mas deixou claro que as críticas já eram esperadas por ele antes da tomada da decisão.

“O que eu posso dizer é que sou oriundo de clubes e sempre tenho cuidado, sem prejudicar o trabalho da Seleção, sem tirar a ambição dos atletas. Não me permiti tirar dois atletas das equipes, procurei tirar um de cada e tinha a possibilidade de tirar mais jogadores de um time, vocês sabem, e oportuniza-los, como foi o caso de hoje. Isso é importante nessa etapa. Não queria prejudicar os clubes. Um lado meu não queria. E acaba prejudicando, e não tendo um (jogador) do Palmeiras, favorece o Palmeiras, tenho essa consciência, mas eu tenho que pensar no trabalho da Seleção e arcar com as críticas sobre a isso”, avisou Tite, ex-treinador de Caxias, Grêmio, Internacional, Atlético-Mg e Palmeiras

Gostou da matéria? Então siga-nos

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas