Silvia Santana: Porque para o mercado, o Inter é uma “HISTÓRIA de SUCESSO” ?

Clube colorado, sai da segunda divisão pra ser um dos 8 melhores clubes da américa

Nós, torcedores, somos apaixonados e queremos a consagração, que no futebol, são os títulos . No entanto, hoje, o mercado está obrigando os clubes a ter uma gerencia muito ampla e aparte do esporte. É necessário, pensar também como empresa.
E se convertermos com lucidez e sem a  eterna paixão (se possível), por alguns minutos, vendo o nosso clube do coração literalmente como uma  empresa, temos uma grande história de “SUCESSO” pra contar.

 

Mas porque HISTÓRIA DE SUCESSO?

 

Na visão de mercado, a direção do Inter, pegou uma empresa em decadência, cheia de processos, sofrendo uma destruição moral por parte da imprensa e de órgãos de julgamento, colocando entre as 8 maiores empresas da América, em pouco menos de 3 anos. E isso sem dúvida, é fantástico.
 
 
Óbvio que pra maioria dos torcedores, essa visão é secundária e apesar da importância, não significa título, mas pro futebol moderno é de fato, importante, porque apenas os clubes que tiverem um senso empresarial muito bem compreendido e organizado, brigarão por títulos daqui pra frente.
 
Isso reflete muito no momento. O futebol esta cada vez mercadológico. São negociações que beiram a bizarrice. Bilhões passando de mão em mão. E alguns clubes brasileiros já SACARAM isso a muito tempo. Entre eles, Palmeiras e Flamengo que atualmente são os top de linha do Brasil.
 
A atual direção do Inter , felizmente também já sacou esse movimento. Mas obviamente que o caminho é muito mais complicado, porque o clube teve um decréscimo muito forte, por conta da segunda divisão. E isso atinge muito todos os setores de uma instituição que precisa se movimentar como uma verdadeira EMPRESA.
 
E uma das principais frustrações coloradas, é lembrar que o primeiro clube a ter esses movimentos empresariais, foi o próprio Inter que montou estratégias de SÓCIO TORCEDOR, mudou logotipia pensando no Marketing Internacional, faturou milhões ganhando inúmeras competições, jogou campeonatos contra europeus, e se tivesse sido bem gerenciado em 2016, hoje possivelmente seria o clube mais bem preparado do Brasil.
 
Mas o passado fica pra trás, e agora, o Inter vive o presente. E
felizmente,  por conta da responsabilidade da atual direção, o clube volta a ser respeitado no mercado e especialmente dentro de campo.
O próximo passo, é o investimento pontual em contratações e um planejamento de time voltado a estrutura de vendas e qualificação técnica. Afinal, mesmo pensando como empresa, o clube precisa vencer campeonatos.
 
Títulos são fundamentais porque fazem a torcida se orgulhar, comprar material esportivo, ir aos estádios e se associar. Então, é necessário planejar muito bem as tomadas de decisões, pra que os resultados sejam os melhores possíveis e o clube esteja sempre brigando na parte da frente das competições.
 
Em fim! O próximo passo da direção, terá  que ser, colocar o setor de inteligência pra funcionar a todo vapor, e estruturar um time, que tenha a filosofia vitoriosa, alem de econômico, assim como foi feito em 2003/2004, quando FERNANDO CARVALHO, decidiu “parar tudo” e planejar desde o zero, fazendo do Inter um clube multi-campeão Internacional.
O caminho certo está sendo seguido. É necessário muita paciência e visão geral do que está acontecendo. Afinal como diz o sub-titulo desta matéria. A atual direção colorada, tirou o Inter da Segunda divisão e colocou entre os maiores clubes da America. E isso não é pra qualquer um.
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler mais sobre isso