Silvia Santana: O Odair mudou demais

O Inter que fez “8 jogos” sem perder antes da Copa. Jogava com muita paciência e aos poucos dominava as partidas. Em casa era mais ofensivo, e fora era mais cauteloso sempre buscando dominar o adversário seja defensivamente não deixando entrar ou ofensivamente não deixando sair. Tudo com muita inteligência e foco.
Mas foram muitas as mudanças pós copa. O que era na verdade pra fortalecer o que vinha dando certo, foi mudado. O Inter está voltando da parada pra Copa com uma  forma diferente  de atuar, com novos titulares, uma formação repensada e com uma estratégia de jogo  modificada. E fica a pergunta: Porque mexer no que estava dando certo?

É como se pegasse tudo aquilo que foi construído, deixasse pra trás e viesse com uma proposta teoricamente melhor pro restante da competição. A essência permanece, mas o time voltou diferente e não me parece ter sido a melhor decisão. A equipe deveria defender o seu jeito de jogar construído com muito trabalho, apenas fazendo trocas simples por cartão ou lesão.
Obviamente que mudar o sistema de jogo faz parte, mas isso não poderia ser feito agora quando o Inter caminha em busca de segurança e regularidade constante no ano. O Odair  mexeu no que estava dando muito certo. Inventou demais e vai depender muito das suas próximas decisões, ver o que pode ser feito pra buscar ser regular novamente.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies