Saída da Crefisa do Palmeiras não causará problema financeiro algum, confirma consultoria

0

Palmeiras segue firme e forte na disputa de títulos em 2018. Líder do Brasileiro e semifinalista da Copa Libertadores, o clube tem tudo para conquistar uma taça. Ou duas, talvez.

Nesta quarta-feira, o Itaú BBA divulgou relatório onde analisou a saúde financeira dos principais clubes do Brasil. Segundo Cesar Grafietti, consultor da empresa, nem a saída da Crefisa seria capaz de atrapalhar a evolução nos cofres palestrinos.

“Vamos imaginar que a Crefisa saiu do clube. O Palmeiras vende uma série de atletas caros, faz uma receita, paga a patrocinadora e ainda vai sobrar dinheiro para o clube tocar a vida”, comentou.

“Só com os direitos de TV, bilheteria e mais uma ou outra receita, o Palmeiras já fecha as suas contas no azul. Se, ao invés da Crefisa, o Palmeiras passar a ter um aporte de R$ 35 milhões de outros patrocinadores, sobe para R$ 55 milhões. Terá uma redução na geração de caixa, mas é mais do que suficiente para fazer alguns investimentos e conseguir manter a folha salarial como é hoje”, adicionou Grafietti.

Em 2017, o Verdão teve receita líquida de R$ 100 milhões. Conseguiu manter a folha salarial intacta, pagar todos os custos e ainda fechou no azul.

Se a Crefisa optar por deixar o Palmeiras caso a oposição vença a eleição, é possível vender cotas de patrocínio e arrecadar dinheiro.

“Para um clube como o Palmeiras, que tem atingido bons desempenhos esportivos, que tem uma marca forte, que está saneado financeiramente, com um estádio grande, lotado e novo, não é um absurdo falar em arrecadar R$ 40 milhões em patrocínio”, finalizou o consultor.

Processo na Justiça

As atitudes de Leila Pereira, presidente da patrocinadora, não agradaram membros da oposição. Genaro Marino (candidato de oposição à presidência), Victor Fruges e José Carlos Tomaselli foram alvos de processo judicial após carta pública criticando a empresária e alegando que o Palmeiras é “refém” da empresa.

Segundo informações de bastidores, se Genaro ganhar e se tornar presidente, Leila deixará de patrocinar e procurará outro clube. Se Maurício vencer pela segunda vez consecutiva, a Crefisa permanecerá e até aumentará os investimentos.

As eleições presidenciais ocorrem em novembro.

Gustavo

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas