Roger Machado ignora críticas no seu trabalho e culpa mídia e política por falarem em demissão

0

As críticas ao trabalho de Roger Machado nem chegam a seus ouvidos. Neste sábado, após o Palmeiras vencer o Bahia por 3 a 0 em uma ótima atuação, o treinador comentou sobre os comentários negativos que vem recebendo, especialmente das torcidas organizadas do clube.
“Não quero que soe como arrogância, mas não vejo (as críticas), então não sei quais críticas estou sofrendo. O mais importante para mim é a avaliação interna e a tranquilidade que tenho para trabalhar. O que falam do trabalho eu não controlo, mas posso controlar o que eu penso do meu trabalho”, disse o comandante.
Na temporada, o Palmeiras soma 30 jogos com Roger Machado, sendo 20 vitórias, cinco empates e cinco derrotas. A maior crítica ao trabalho do treinador, porém, está no fato de que três desses revezes ocorreram diante do maior rival.
“Temos no Brasil mais de dez programas esportivos, mesa redonda, quadrada, triangular, com pessoas debatendo futebol e se eu ficar pensando nisso não vou conseguir fazer nada. Mais da metade da pressão que se cria é dos meios de comunicação. A outra parte é da torcida, da porta para fora do CT, também um pouco de parte política. No dia a dia eu me abasteço do nosso feedback. Externamente não compactuo com muita coisa, por isso não vejo”, completou.
Deixando as críticas realmente de lado, Roger Machado comentou sobre a ótima partida do Palmeiras contra o Bahia, em especial no primeiro tempo. O Verdão anotou seus três gols, com Willian, Borja e Antônio Carlos nesta etapa, e dominou o duelo, apesar de ter sofrido uma bola no travessão.
“O primeiro tempo foi brilhante, mas não foi fácil, porque o Bahia tem um ataque veloz, que segura os zagueiros. No segundo tempo controlamos um pouco mais, o Bahia teve força para tentar empatar, mas no conjunto da obra foi importante os três pontos para não deixar os que estão na frente se distanciar”, finalizou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies