Roger Machado explica ausência do Dudu

– Tem a preservação para que as coisas pudessem ser resolvidas. Sabemos do assédio dos chineses e do mundo árabe em cima dos jogadores. No caso do Dudu isso já aconteceu outras vezes. Nesse primeiro momento, o clube recusou a aproximação em função do planejamento. Ele ficou fora, mas a semana transcorre normalmente – afirmou Roger.

Antes da partida contra os costarriquenhos, Roger apareceu ao lado de Dudu no gramado. Técnico e atacante conversaram por alguns minutos. Em seguida, o jogador subiu para as tribunas para acompanhar a goleada.

– É sempre para passar uma visão do ponto de vista como treinador e ex-atleta. Dentro disso, que o jogador passa com suas ideias organizar melhor seu pensamento para tomar a decisão – disse o treinador.

A decisão de não vender Dudu partiu do presidente Maurício Galiotte por conta do planejamento feito no início da temporada, quando Palmeiras e atacante renovaram o contrato até o final de 2022.

A direção alviverde exerga Dudu como uma peça-chave para brigar pelos títulos em 2018, principamente a Taça Libertadores. Além disso, o ataque ficaria bastante desfalcado, já que Keno foi vendido para o futebol do Egito e Borja ficará fora por seis semanas por conta de uma cirurgia no joelho direito.

Gustavo

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas