Presidente do Fluminense confirma interesse de equipe das Laranjeiras na nova licitação do Maracanã

Governador do Rio eleito, Wilson Witzel quer passar administração do estádio aos clubes cariocas

0

Ao programa Os Donos da Bola, da Rede Bandeirantes, o governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, confirmou, na última quarta-feira, as possibilidades de haver uma nova licitação do Maracanã e que a ideia é deixar a gestão do estádio nas mãos dos clubes cariocas. Em depoimento concedido ao repórter Victor Mendes, do portal Rede Mais Esportes, nesta quinta, o presidente do Fluminense, Pedro Abad, confirmou o interesse de a agremiação das Laranjeiras em participar dessa futura concessão.

“O clube aguarda uma posição oficial e mais detalhada do governador eleito sobre a administração do Maracanã. Se realmente passar para a mão dos clubes, evidentemente que o Fluminense terá interesse em participar do processo de licitação”, disse o mandatário.

Abad, porém, também disse que, até o momento, não há qualquer encontro agendado com Wilson Witzel. A tendência é de isso acontecer somente após a posse do novo governador do estado do Rio de Janeiro, em janeiro.

No último mês de setembro, o Juiz Marcello Alvarenga Leite, da 9ª Vara Pública do Rio de Janeiro, determinou que o processo de licitação do estádio seja suspenso alegando que ele teve vícios. Segundo o magistrado, o acordo “é lesivo aos cofres públicos do Estado do Rio de Janeiro e desnecessário para a viabilidade econômica”.

A concessão, por enquanto, está nas mãos do Complexo Maracanã Entretenimento S.A., cujos 95% de suas ações pertencem à Odebrecht e os 5% restantes ao governo do Rio. Alé do Fluminense, o Flamengo é outro intessado em participar de um novo processo licitatório. Já Vasco e Botafogo, proprietários respectivos de São Januário e Engenhão, não demonstraram tanto interesse

Max

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas