Presidente do Bahia nega possibilidade de Brasileirão em sede única

Na manha desta terça-feira, surgiu uma notícia de que, por conta da pandemia do Coronavírus, o Campeonato Brasileiro seria disputado no sistema de mata-mata e em sede única, no caso, o estado de São Paulo. Através de sua conta no Twitter, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, comentou o assunto. Segundo o dirigente, tal possibilidade sequer foi debatida entre os clubes participantes da Série A.

“Com todo respeito ao trabalho jornalístico, faltou apuração. Não trabalhamos neste, momento, com a hipótese de mudança no formato do Brasileirão, e essa proposta “quase unânime” de fazer todos os jogos em um único Estado sequer foi discutida pelos clubes.”, explicou Bellintani.

A propensa nova fórmula do Brasileirão teria, como base, as 20 equipes divididas em dois grupos de dez Os quatro primeiros de cada chave avançariam para as quartas-de-final, depois viriam as semifinais e, na sequência, a decisão. As partidas aconteceriam nos estádios do Morumbi, Allianz Parque, Arena Corinthians, Vila Belmiro, Barueri, Brinco de Ouro e Bragança Paulista. Os custos de viagens e hospedagens ficariam a cargo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Related articles

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Share article

Latest articles

Newsletter

Subscribe to stay updated.