REVISTA ESPORTIVA
redacao

Presidente do Bahia nega possibilidade de Brasileirão em sede única

Segundo dirigente, clubes sequer debateram tal possibilidade

0

Na manha desta terça-feira, surgiu uma notícia de que, por conta da pandemia do Coronavírus, o Campeonato Brasileiro seria disputado no sistema de mata-mata e em sede única, no caso, o estado de São Paulo. Através de sua conta no Twitter, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, comentou o assunto. Segundo o dirigente, tal possibilidade sequer foi debatida entre os clubes participantes da Série A.

“Com todo respeito ao trabalho jornalístico, faltou apuração. Não trabalhamos neste, momento, com a hipótese de mudança no formato do Brasileirão, e essa proposta “quase unânime” de fazer todos os jogos em um único Estado sequer foi discutida pelos clubes.”, explicou Bellintani.

A propensa nova fórmula do Brasileirão teria, como base, as 20 equipes divididas em dois grupos de dez Os quatro primeiros de cada chave avançariam para as quartas-de-final, depois viriam as semifinais e, na sequência, a decisão. As partidas aconteceriam nos estádios do Morumbi, Allianz Parque, Arena Corinthians, Vila Belmiro, Barueri, Brinco de Ouro e Bragança Paulista. Os custos de viagens e hospedagens ficariam a cargo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.