Oposição no Palmeiras alfineta Galiotte em carta: “O comandante não pode permitir que o clube seja comandado por terceiros”

0

A chapa da oposição no Palmeiras, que tem Genaro Marino, atual vice-presidente de Maurício Galiotte, como candidato à presidência do clube para o próximo triênio, publicou nesta quarta-feira (17) uma carta aberta aos torcedores e sócios do clube.

No texto, a oposição lembra dos feitos realizados pelo ex-presidente Paulo Nobre e não perde a oportunidade de alfinetar Galliote e Leila Pereira, conselheira do clube e dona das Crefisa e da FAM, patrocinadoras do Verdão.

Quando há oito anos decidimos formar um grupo para disputar as eleições do clube em 2011, vivíamos uma situação que demandava extrema dedicação e competência para reverter aquele cenário. Dois anos depois, quando enfim vencemos o pleito, as condições eram ainda mais difíceis. A transformação daquele caos em vitórias só foi possível porque a gestão comandada pelo Paulo Nobre, sem dúvida alguma, colocou o Palmeiras SEMPRE em primeiro lugar”, diz um trecho da carta.

É necessário reestabelecer o entendimento de que, além de muito trabalho, o cargo máximo do clube exige ética, controle, pulso firme, presença e decisões que tenham o nosso alviverde como beneficiado. O comandante do Palmeiras não pode ser omisso, não pode permitir que o clube seja comandado por terceiros nem que tenha outro dono que não o torcedor palestrino”, acrescenta.

Gustavo

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas