O que o São Paulo teve de técnicos na década o Liverpool teve em toda sua história

Em 126 anos, o Liverpool tem apenas um técnico a mais do que o São Paulo teve nessa década.

A troca constante de técnico, infelizmente, é algo comum no Brasil. E no São Paulo, é talvez o principal motivo do fracasso nesta década. Uma comparação entre o Tricolor e o atual campeão europeu, Liverpool, mostra como a realidade do clube está feia.

O problema é cultural e afeta todos clubes brasileiros, mas vamos usar o São Paulo como comparação. O clube do Morumbi dominou a década passada, era o exemplo em gestão e infraestrutura. Mas a década virou e tudo mudou, na próxima terça fecha o ciclo de 10 anos e o São Paulo conquistou apenas um título oficial.

Um dos principais problemas e motivo de muita reclamação, é a constante troca de técnicos. Somente em 2019, foram quatro nomes diferentes. Mas se olharmos de 2010 a 2019, vemos que o clube teve 30 trocas de treinadores, sendo 20 nomes diferentes.

O Liverpool, atual campeão europeu e mundial, tem 126 anos de história e apenas 21 técnicos. Sim, é surreal mas em 10 anos o São Paulo teve apenas um técnicos a menos que o Liverpool em toda sua história. O atual treinador dos ingleses é Jurgen Klopp, que já vai para 5 anos no cargo.

Como já foi dito, não é um problema apenas do São Paulo e sim algo cultural do Brasil. Não dá para mudar isso facilmente, é algo que leva tempo e mesmo sendo injusto comparar duas culturas, os números servem de alerta para os brasileiros.

E para você que ficou curioso, o São Paulo em 90 anos (que serão completados em 25 de janeiro), teve 122 trabalhos diferentes. Não foi essa quantidade de nomes, mas sim a quantidade de trocas, já que alguns técnicos tiveram mais de uma passagem. Mas em 90 anos o São Paulo começou um novo trabalho 122 vezes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler mais sobre isso