Moisés, Luan, Dudu e William fala sobre a vitória no clássico e sobre Deyverson

Luan sobre Deyverson

– A gente fica feliz por ele, trabalha bastante. Um empenho muito grande e estamos ai. Empenho muito firme e tratando cada jogo como uma final. Tratando cada jogada como um prato de comida.

Dudu fala do jogo e de Deyverson:

– Acho que foi importante, dá moral. Equipe jogou bem e pôde descansar alguns jogadores para quarta.

– Normal dele, um jogador que nos ajuda, batalha pelo espaço dele. Ficamos feliz por ele. Agora é descansar e pensar no Cruzeiro.

Willian sobre Deyverson:

– Felipão tem conversado muito com ele. É um cara explosivo, tem essas reações e temos conversado com ele. Eu, particularmente, falo com ele respeitosamente, transparente para somar na vida dele, como você falou com a maturidade que eu tenho. Eu falei para ele que era a oportunidade dele, em um clássico. Ele já foi expulso contra o Cerro, o Bahia, e falei para ele que ele deve fazer isso: jogar, brigar pela bola.

– Não tem nada ganho, um baita jogo, difícil, 1 a 0, gol dele (Deyverson), e ter muita cautela na hora de se expressar.

Luan: “Temos que ter essa chama acesa dentro de nós. Clássico não se joga, se ganha. A gente ganhou e mostramos quem é o Palmeiras.

Moisés: “Foi nítido isso. Nosso time é melhor e comprovamos isso.”

Willian: “O Coritnhians tem uma equipe organizada, porém fomos muito felizes na jogada do Marcos Rocha e do Deyverson. Valorizar muito essa vitória e agora focar na Copa do Brasil.

 

Gostou da matéria? Então siga-nos

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas