Moisés, Luan, Dudu e William fala sobre a vitória no clássico e sobre Deyverson

Luan sobre Deyverson

– A gente fica feliz por ele, trabalha bastante. Um empenho muito grande e estamos ai. Empenho muito firme e tratando cada jogo como uma final. Tratando cada jogada como um prato de comida.

Dudu fala do jogo e de Deyverson:

– Acho que foi importante, dá moral. Equipe jogou bem e pôde descansar alguns jogadores para quarta.

– Normal dele, um jogador que nos ajuda, batalha pelo espaço dele. Ficamos feliz por ele. Agora é descansar e pensar no Cruzeiro.

Willian sobre Deyverson:

– Felipão tem conversado muito com ele. É um cara explosivo, tem essas reações e temos conversado com ele. Eu, particularmente, falo com ele respeitosamente, transparente para somar na vida dele, como você falou com a maturidade que eu tenho. Eu falei para ele que era a oportunidade dele, em um clássico. Ele já foi expulso contra o Cerro, o Bahia, e falei para ele que ele deve fazer isso: jogar, brigar pela bola.

– Não tem nada ganho, um baita jogo, difícil, 1 a 0, gol dele (Deyverson), e ter muita cautela na hora de se expressar.

Luan: “Temos que ter essa chama acesa dentro de nós. Clássico não se joga, se ganha. A gente ganhou e mostramos quem é o Palmeiras.

Moisés: “Foi nítido isso. Nosso time é melhor e comprovamos isso.”

Willian: “O Coritnhians tem uma equipe organizada, porém fomos muito felizes na jogada do Marcos Rocha e do Deyverson. Valorizar muito essa vitória e agora focar na Copa do Brasil.

 

Por: Gustavo Henrique

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.