Marçal Santos: Hora de preparar o time para a conquista da América

0

Faltando 4 rodadas para o fim do Brasileirão, o Grêmio tem todas as condições de garantir o vice-campeonato e embolsar R$11,3 milhões de premiação. E o melhor, preparando o time para o confronto contra o Lanús pela grande final da Libertadores. Contra o São Paulo, amanhã na Arena, Renato deve mandar a campo o provável time que jogará dia 22, dando à partida contra o time paulista contrastes de “treino de luxo”. Até porque, há duas posições que ganharam indefinição nos últimos dias. Na volância, o treinador tem que definir se quer mais marcação com Jaílson ou um apoio maior na criação, com Michel. Acredito que deva investir em Michel na primeira partida, por dispor de um passe mais qualificado e chute de média distância. Já como winger, a dúvida reside em Fernandinho, o artilheiro gremista no Brasileirão e Éverton, cada vez mais adaptado à função, com aparições decisivas nos últimos jogos em que entrou. Fernandinho é homem de confiança de Renato, recompõe melhor e também ocupa o espaço central da intermediária. Já Éverton, é extremamente vertical, além de fazer jogadas de linha de fundo.

A definição não passa exclusivamente por qual atleta está em melhor fase, mas também por qual estratégia Renato Portaluppi utilizará na primeira partida da final da Copa Libertadores da América, com a intenção de encaminhar o título logo neste primeiro jogo, dia 22, quando a Arena estará pintada de tricolor, num grande carnaval. Teremos uma festa épica, para um jogo épico.

Com a derrota do Santos para a Chapecoense, o Grêmio está a uma vitória de garantir, via Brasileiro, vaga para sua 18ª Libertadores, igualando-se ao São Paulo (adversário que pode nos garantir essa vaga) como maior representante brasileiro na competição continental, junto com o Palmeiras, que também deve conquistar uma das vagas. Merece destaque que, desde a inauguração da Arena, o Imortal só não marcou presença na Copa em 2015. É um feito e tanto.

Time titular treinando para a final da Libertadores, último jogo na Arena antes dessa final e chance de garantir matematicamente a vaga para a Libertadores de 2018, via Brasileirão: muitos ingredientes para termos casa cheia nesse feriado de 15 de novembro, com a torcida dando uma grande demonstração de força e apoio ao time. Os jogadores, o clube e a torcida merecem isso.

Pois, após essa partida contra o São Paulo, o coração de todo o gremista vai parar e só voltará a bater no dia 22, quando a Arena pulsará como nunca antes, impulsionando nossos 11 de valor para a conquista de nosso desejo maior, nossa obsessão: a América. Depois, o planeta!

 

.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.