“Lance bisonho” de Sidão faz diretoria do Palmeiras reclamar de arbitragem no Morumbi

0

Apesar da vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, a diretoria do Palmeiras reclamou ao deixar o Morumbi. Alexandre Mattos, diretor de futebol, queixou-se da não expulsão do goleiro Sidão por uma defesa com a mão fora da área em finalização de Deyverson.

– O lance do Pacaembu foi bisonho, a penalidade. Dificultou bastante. Você vê o campeonato hoje… Na rodada passada, a gente era líder no saldo de gols. Um gol que não era para acontecer – lembrou inicialmente o dirigente, referindo-se à falta de Gustavo Gómez fora da área que virou pênalti a favor do Cruzeiro.

– O lance do Pacaembu foi bisonho, a penalidade. Dificultou bastante. Você vê o campeonato hoje… Na rodada passada, a gente era líder no saldo de gols. Um gol que não era para acontecer – lembrou inicialmente o dirigente, referindo-se à falta de Gustavo Gómez fora da área que virou pênalti a favor do Cruzeiro.

– O lance do Pacaembu foi bisonho, a penalidade. Dificultou bastante. Você vê o campeonato hoje… Na rodada passada, a gente era líder no saldo de gols. Um gol que não era para acontecer – lembrou inicialmente o dirigente, referindo-se à falta de Gustavo Gómez fora da área que virou pênalti a favor do Cruzeiro.

– O Palmeiras está preocupado, porque são coisas que vêm acontecendo. A gente faz nosso trabalho, que é reclamar internamente, mas isso nos obriga a vir publicamente também dizer que não queremos ser ajudados, que a gente entende erros pontuais, por centímetros, por dúvida – comentou Mattos, neste sábado.

– Nos preocupa também é a postura com os árbitros com relação ao Felipe Melo. Na minha opinião, o lance não foi para cartão. Mas, se foi, então vamos ver 45 lances parecidos de jogadores adversários que não tomaram cartão. Parece que o jogador está marcado, e na regra não existe isso de histórico.

Gostou da matéria? Então siga-nos

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas