Jogadores cobram salários atrasados e não haverá concentração para quarta

No Maracanã, Fluminense enfrenta o Fortaleza pelo Brasileirão

O clima ficou tenso no Fluminense nesta terça. Antes do treinamento realizado no CT Carlos Castilho nesta terça-feira, os jogadores se reuniram com o diretor-executivo Paulo Angioni e cobraram uma posição do clube quanto aos salários atrasados. Após o encontro de cerca de meia hora, decidiu-se que não haverá concentração para a partida de quarta, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, diante do Fortaleza, o último do Tricolor no Rio na atual temporada.

Às 11 horas (de Brasília) do dia do jogo, o grupo se apresentará no hotel onde o Fluminense costuma ficar concentrado. Apesar do tema complexo, todos dseram que a reunião ocorreu de maneira tranquila.

O Fluminense tem enfrentado dificuldades para pagar os salários em dia nos últimos anos. Empossada no último mês de junho, a gestão Mário Bittencourt já quitou cinco vencimentos que estavam atrasados (abril, maio, junho, julho e agosto), além do 13º de 2018, mas, no momento, deve dois meses, podendo chegar a três nessa semana.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site Web utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros e web beacons para melhorar a sua experiência online, permitindo-nos adaptar os nossos conteúdos para si com base nos seus interesses e nos seus hábitos de navegação. Ao continuar a utilizar o nosso site Web, você aceita a utilização de cookies e de web beacons pela nossa parte. Para obter informações sobre os cookies que utilizamos, para obter mais detalhes sobre como processamos os seus dados pessoais e para obter informações sobre como pode retirar o seu consentimento (que poderá fazer em qualquer momento), clique em ler nossas políticas Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies