Internacional vence Ceará no Beira-Rio e assume terceira colocação do Brasileirão

Internacional e Ceará encerraram a 14ª rodada do Campeonato Brasileiro na noite desta segunda-feira (23), no estádio Beira-Rio. Em partida marcada pelo retorno de D’Alessandro ao time Colorado e poucas oportunidades de gol, William Pottker, aos 31 do segundo tempo, garantiu a vitória dos comandados de Odair Hellmann.
Gaúchos e Cearenses realizaram uma primeira etapa de pouca inspiração no estádio Beira-Rio. Foram poucas as chances de gol nos primeiros 45 minutos. O time da casa foi para o intervalo com 64% de posse de bola, mas com dificuldades em acelerar o jogo. A falta de velocidade na transição colorada para o ataque permitiu que a equipe cearense se organizasse na defesa, deixando a intermediária bem fechada.
O Inter também não levou grandes sustos do Ceará. O time da casa jogou com a linha de marcação adiantada e encontrou facilidade em retomar a posse de bola. Quando o Ceará conseguiu assustar o time da casa, aos 20 minutos, Felipe Azevedo tentou finalizar, mas não levou perigo ao goleiro Danilo Fernandes.
A primeira finalização do Internacional na partida foi aos 30 minutos. Nico López aproveitou sobra da defesa cearense e chutou para fora, mas o lance levou perigo ao gol de Everson. A segunda assustou ainda mias. Rossi entrou na área pelo lado esquerdo, passou por dois marcadores e carimbou a trave adversária. A última chance foi do time visitante, mas também sem perigo. Arthur finalizou de fora de área e Danilo Fernandes fez a defesa.
O Ceará tentou surpreender o Internacional no início da segunda etapa. Logo aos três minutos, em jogada ensaiada, a bola ficou livre dentro da área, mas a defesa colorada fez o corte e afastou o perigo. A resposta veio três minutos mais tarde. Rossi fez jogada individual, pela esquerda, mas não conseguiu completar o cruzamento. A bola voltou para o atacante, que cruzou na área e viu Patrick tentar a bicicleta, mas mandou nas mãos do goleiro Everson.
A primeira comemoração da torcida do Internacional na partida foi aos 13 minutos, mas não foi gol. Odair Hellmann chamou o meia D’Alessandro, que não jogava desde o início de maio. O argentino entrou na vaga de Rossi. Quem também voltou ao time foi o centroavante Leandro Damião, que entrou na vaga de Edenílson, aos 23.
Lisca também buscou renovar o fôlego do seu time. Luigy entrou em campo, aos 24 minutos, na vaga de Felipe Azevedo. As substituições de Odair Hellmann quase surtiram efeito aos 25 minutos. D’Alessandro cobrou escanteio e Leandro Damião desviou de cabeça. Atento no lance, Everson fez a defesa.
A segunda comemoração da torcida do Internacional foi aos 31 minutos. D’Alessandro levantou a bola na área, Patrick desviou de cabeça e Leandro Damião escorou a bola para Nico López. O uruguaio soltou a bomba e Everson deu rebote nos pés de William Pottker, que apenas completou para o fundo das redes.
O treinador do Ceará voltou a mexer na equipe após sofrer o revés. Calyson e Eder Luis entraram nas vagas de Reina e Juninho. A última substituição de Odair na partida foi aos 38. Nico López deu lugar a Gabriel Dias. O Ceará tentou pressionar nos minutos finais, mas não conseguiu empatar o jogo e saiu de campo derrotado.
Com a vitória o Internacional chega aos 26 pontos e sobe para a terceira posição do Campeonato Brasileiro. O Ceará permanece na lanterna da competição, com apenas oito pontos conquistados. O próximo compromisso do Inter será na quinta-feira (26), contra o América-MG, fora de casa. Já o Ceará recebe o Fluminense no sábado (28).

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies