Gremio convoca reunião para ajustar estatuto de olho em reeleição de Bolzan

Grêmio está perto de dar um novo passo rumo à reeleição de Romildo Bolzan Jr. Hoje (18), o Conselho Deliberativo foi convocado para reunião extraordinário onde vai analisar, entre outros temas, alteração estatutária que dá garantia plena a uma nova gestão do atual presidente.

O presidente está no cargo desde janeiro de 2015 e foi reeleito pela primeira vez no final de 2016. À época, a eleição era para o primeiro mandato de três anos e este é o ponto a ser ajustado no regramento interno do clube.

Movimentos políticos do Grêmio articularam e o Conselho Deliberativo irá votar o direito da atual gestão de concorrer à reeleição por mais três anos. O tema é o último da pauta do encontro dos conselheiros, mas é visto como pacífico, ou seja, deve ser aprovado por unanimidade.

“Deliberar sobre alteração estatutária, atendendo ao requerimento justificado, para o fim de consolidar interpretação do artigo 82 do Estatuto Social, com a inserção da seguinte regra nas Disposições Transitórias: “Art. 124-B. Fica assegurada a atual composição do Conselho de Administração do Grêmio (gestão 2017-2019) o direito de concorrer à reeleição, para um mandato de 3 (três anos)”, diz texto de convocação aos conselheiros.

Romildo Bolzan Jr. tem mantido a postura de não ser protagonista no processo. De acordo com o dirigente, a articulação é de grupos políticos e não atende seu desejo pessoal. Apesar da falta de resposta do presidente, existe otimismo geral no clube para o seguimento da gestão.

A eleição do Grêmio acontecerá no segundo semestre deste ano. Além do presidente, o pleito também define o Conselho de Administração, órgão composto por seis vices e que administra o clube, e irá atualizar metade das cadeiras do Conselho Deliberativo.

 

Gustavo

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas