FUTEBOL FEMININO | INTER vence Parobé nos pênaltis e avança para a final

0

Parobé e Inter se enfrentaram pela semifinal do gauchão 2018, no Estádio Grêmio Esportivo Parobé. Mas a história deste confronte não começa por aqui.

As duas equipes decidiram o estadual sub-15 no ano passado, melhor para a equipe do interior. Este ano, na fase de grupo, o colorado venceu por 2 a 0, gols de Yasmin e Susan. Após aquela rodada, o Inter liderava a chave e o confronto entre as equipes se desenhava para a grande final.

Porém, na última rodada, diante do Estrela, fora de casa, a equipe comandada pelo técnico Felipe Casa Nova foi facilmente batida pelas adversárias. Mas não facilmente porque as coloradas permitiram. Um gol mal anulado do Inter; um pênalti não marcado para as coloradas, onde a defensora se jogou na bola e cortou com o braço; faltas sem explicações; e um pênalti marcado de forma errônea e bem escandalosa para o Estrela. Em todos estes lances, o arbitro estava muito bem posicionado. Resultado final de 4 a 0 para o Estrela. Mas aquele gol mau anulado do Inter, seria o 1 a 1 que levaria o rumo da partida para outra esfera. A derrota colorada derrubou a equipe da liderança para o terceiro lugar na tabela, provocando o confronto com as rivais de Parobé na semifinal. O problema da arbitragem não é só no futebol masculino. E nós estamos de olho. Queremos seriedade e responsabilidade.

Então, que tal voltar para o dia 27 de outubro? Em campo as meninas mostraram porque decidiram o estadual do ano passado e porque a equipe de Parobé é a atual campeã. Duas equipes concentradas, fortes e determinadas. O time de Felipe Casa Nova teve mais posse de bola, jogadas mais agudas e obrigou a goleira Amanda a trabalhar bastante.

Nas raras vezes em que foi acionada, a goleira colorada foi perfeita.

No final, o zero não saiu do placar e a decisão foi para a marca da cal.

Coube a Dudinha abrir as cobranças. A capitã colorada era dúvida para partida em razão de uma amigdalite que a tirou de todos os treinos da semana. Mas ela não fugiu da responsabilidade de liderança desta equipe e abriu o placar. Quando Maju errou a cobrança, Dudinha mostrou porque é a capitã, foi cumprimentar e consolar a colega.

Yasmin e Bianca converteram para o Inter; a camisa 8 do Parobé acertou a trave; e aí Meily cresceu, uma gigante esperou o tempo certo e saltou para uma defesa incrível.

Com 3 a 2 a favor do Inter, Susan converteu a última penalidade dando números finais ao duelo: 4 a 2 e a festa colorada tomou conta do estádio.

Antes de falarmos com os personagens da classificação colorada, precisa ser salientado, que não houve presença de ambulâncias e nem mesmo de policiamento no local, indo contra a legislação. O tumulto foi tanto, que a segurança dos pais, amigos e familiares das atletas coloradas ficou em risco. Não fosse um telefonema da mãe da zagueira Eduarda solicitado escolta policial, sabe-se la como teria sido a saída da delegação colorada do estádio. Que isso sirva de alento para os próximos jogos.

Mas voltando a festa colorada…. Assista ao vídeo e veja como foi a classificação colorada!!!

Gostou da matéria? Então siga-nos

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas