Fotógrafo gaúcho tem equipamentos de trabalho roubados na Arena da Baixada

Um batalhão  de profissionais da comunicação  esteve presente na primeira partida da decisão da Copa do Brasil , quarta , na Arena da Baixada.  Repórteres,  câmeras,  narradores, comentaristas, produtores e fotógrafos  .

O Athlético Paranaense publicamente sempre demonstrou que  se espelha nos clubes europeus quanto à sua organização.  Porém teve um grave problema de segurança numa área dentro do estádio destinada apenas à profissionais credenciados.

Já houve várias reclamações quanto as dificuldades de credenciamento de vários profissionais gaúchos,  principalmente áqueles que não trabalham em grandes veículos.  Mas esta questão não  seria responsabilidade do Athlético. Porém o clube deixou a desejar sobre a segurança interna de sua moderna arena.

O fotógrafo  Max Peixoto teve vários de seus equipamentos de fotografia  roubados enquanto estava no exercício de sua função . Os pertences teriam sido roubados da sala de imprensa do clube visitante. Max já solicitou imagens das câmeras de segurança das áreas internas do estádio  para quem sabe poder identificar quem poderia ter levado os equipamentos . Até  agora o Athlético Paranaense ainda não deu uma resposta positiva  ao fotógrafo sobre estas imagens.

Abaixo o texto do Max Peixoto relatando o fato:

“Pessoal, já postei no instagram, e agora posto aqui.
Tive uma camera e uma lente roubadas na sala de imprensa da Arena da Baixada logo após a partida desta quarta-feira.

Tentei auxílio do Athletico para buscar nas câmeras de segurança o momento do furto, e o clube não fez nenhum contato nesta quinta-feira. Algo que seu assessor de imprensa prometeu ao ser informado do furto.

Casos assim são reincidentes em jogos do clube paranaense. Aconteceu outras vezes. Já não bastasse o clube não disponibilizar internet (primordial para nosso trabalho), jogadores aquecerem na frente da posição dos fotógrafos, torcedores jogarem bebidas no campo e molhar equipamentos e termos uma total dificuldade de locomoção dentro do estádio, furtos se torna algo “comum”. Sem falar na irrigação que é ligada momentos antes da partida, molhando a zona de fotógrafos.

Lembro que a zona onde aconteceu isso, a segurança é de total responsabilidade do clube, onde somente pessoas credenciadas para a partida podem ter acesso.

Fica o bita prejuízo. Correr atrás agora para comprar equipamentos novos…

Fiz o Boletim de Ocorrência e já acionei minha advogada para as medidas cabíveis.

Equipamentos furtados:

Canon EOS 7D + Gripe – N de série 1170711474

Lente Sigma 17-50mm 2.8 – N de série 13916200

Cartão Compact Flash Sandisk 16GB”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler mais sobre isso