Fluminense trocou regularização de dívida com Scarpa por contratação de Robinho

Informação foi dada por ex-vice-jurídico e divulgada pelo portal Net Flu

0

O Fluminense poderia ter evitado, ao menos, um imbróglio judicial. Por intermédio de seu Twitter, o ex-vice-presidente jurídico do clube, Miguel Pachá, revelou que o Tricolor tinha dinheiro em caixa para regularizar todas as pendências financeiras com Gustavo Scarpa, mas preferiu investir na contratação de Robinho.

“Primeira coisa que fiz: Pedi para pagar e alertei o risco para a rescisão unilateral. Acharam que era alarmismo e que o Scarpa não ajuizaria a ação. Dinheiro tinha, mas compraram o Robinho, mesmo devendo salários. Abad preferiu ouvir quem não devia. Foi isso”, disse Pachá, em post publicado pelo Net Flu.

Gustavo Scarpa tinha contrato com o Fluminense até o final de 2020, mas, alegando atraso de três meses de salário e FGTS, entrou na Justiça e conseguiu liberação para defender o Palmeiras. Algum tempo depois, o Tricoor recorreu e obteve êxito. Mais tarde, porém, o empresário do atleta obteve nova vitória nos tribunais. Depois de várias brigas, houve um acordo e o meia pode retornar ao Alviverde Paulista.

Para contratar Robinho junto ao Figueirense, o Flu desembolsou R$ 8 milhões. No último Campeonato Brasileiro, ele foi emprestado ao América-MG, retornando às Laranjeiras no início desse ano.

Por: Maximilian Pimenta

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas