Flamengo pode estar por trás na revogação da liminar de Guerrero, diz jornalista

Pode ser que o Flamengo esteja por trás desse negocio. Diz jornalista de canal fechado sobre liminar de Guerrero.

Nas últimas horas, o Inter foi surpreendido com a notícia de que o atleta Guerrero teve a sua liminar provisória derrubada, e sendo assim, não poderá mais atuar pelo Campeonato Brasileiro em 2018.
Estava previsto que o atacante iria estrear no domingo contra o Palmeiras, mas a estréia oficial foi adiada até que se cumpra mais 8 meses de punição. Lembrando que Paolo Guerrero já cumpriu 6 meses.
Com o desenrolar dos fatos, as informações e especulações sobre o tema começaram a aparecer, e o jornalista  Fábio Sormani foi um dos que falou sobre o assunto ao vivo em um programa de canal fechado (Fox Sports).
Veja o que o apresentador disse:

“… O que aconteceu foi o seguinte. A justiça comum caçou a liminar que ela própria deu para o jogador (Guerrero). Não tem nada haver com o Tas. O tas simplesmente vai julgar uma vez mais. Agora… quem é que fez isso? Parece que foram três advogados suíços… Agora… A troco? Porque três advogados suíços vão entrar contra uma decisão da justiça comum favorecendo o Guerrero? Que é Peruano e joga no Brasil…. O que se deduz disso daí… Pode ser que o Flamengo esteja por trás desse negocio. Eu não consegui falar com ninguém do Flamengo ainda. To tentando falar. Eu gostaria que o Flamengo se manifestasse, mas é óbvio que vai dizer que não…”

Sabe-se que a briga entre Flamengo e Guerrero está longe de terminar. O Rubro-Negro pede na justiça  uma quantia milionária de R$1.809.090,15. Coincidência ou não, alguns dias antes da liminar ser derrubada, o clube carioca iniciou  um processo contra o jogador.
Alem disso, existem outros agravantes nessa relação. O atleta Peruano  teria supostamente inventado uma lesão para não completar os 7 jogos do Campeonato Brasileiro e assim poder assinar contrato com outra equipe do Brasil. E ainda pra afastar mais a relação, Guerrero não aceitou uma redução de salário com 2 anos de contrato pra continuar atuando pelo Flamengo.
O jornalista afirmou que ainda não falou com ninguém do Flamengo e acredita que se o clube tem envolvimento direto com o caso, não vai admitir.
 
 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies