Felipe Melo se revolta com arbitragem e reclama para que existe o VAR?

Em vídeo postado nas redes sociais, a mulher de Felipe Melo, Roberta, questiona, filmando a televisão: “E aí galera, cadê o VAR? O VAR existe para quê?”. Nisso, o jogador responde: “Só existe contra o Palmeiras”.

Na jogada, após bola levantada na área do Cruzeiro aos 52 minutos do segundo tempo, Fábio saiu mal e soltou a bola nos pés de Antônio Carlos, que mandou para as redes. Como o árbitro apitou falta de Edu Dracena em cima do goleiro antes de Antônio Carlos finalizar, ele não poderia chamar o VAR para ver o lance.

Segundo o comentarista de arbitragem da TV Globo, Leonardo Gaciba, não houve falta no lance, e o juiz errou ao apitar a infração antes do final da jogada, o que tirou dele a possibilitada de consultar o VAR.

“Esse foi um erro do árbitro, até por ser uma coisa nova, por desconhecimento. Ele apita antes da bola entrar no gol. O bandeira, quando tem uma dúvida, ele deixa entrar a bola no gol. A orientação é: espera, vê a continuação da jogada e consulta o VAR. Eu observei por todos os ângulos, e a verdade é que estamos procuramos a falta. Existe um contato completamente de jogo. Não é o braço do Dracena que vai ao Fábio, o Fábio que pula e vai de encontro ao Dracena. É uma jogada completamente natural, eu não marcaria falta. Eu não consigo ver falta nessa jogada”, disse Gaciba.

Com a derrota no Allianz Parque, o Palmeiras precisa vencer o Cruzeiro por dois gols de diferença no Mineirão no jogo da volta, em 26 de setembro, para conquistar a vaga no tempo normal. Qualquer vitória alviverde por um gol de vantagem leva a decisão para os pênaltis.

Gostou da matéria? Então siga-nos

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas