Everton se manifesta sobre deixar o Grêmio

Antes da Copa começar, o jogador já era visto por clubes da Europa, agora está mais valorizado.

0

Muito antes de vestir as cores da seleção brasileira na Copa América Everton já era visto, por clubes de fora do país, como um jogador exemplar e de muita qualidade na frente. Agora, após a Copa América e com o título com a seleção além de levar o troféu de artilheiro, o jogador está mais valorizado e pode render bom dinheiro ao cofre tricolor.

A permanência do cebolinha, assim chamado pelos colegas, não e garantida. Nem ele mesmo garante continuar em Porto Alegre. Seu sonho é jogar no futebol Europeu. O jogador não quis discutir qual o futuro e nem mesmo ele sabe uma vez que pediu para o empresário não falar caso aparecesse algum clube interessado.

Everton tem 23 anos e vive o seu melhor momento na carreira. O atacante vai fazer um esforço para representar o Grêmio contra o Bahia, já nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil, mas antes vai analisar com seus representantes as suas opções para o futuro.

“Queria que se chegasse alguma coisa não me fosse comunicado. A partir de amanhã (08/07) pode cair a ficha. Possivelmente uma saída do Grêmio pode estar próxima, mas ainda sou jogador e quarta-feira tem uma batalha difícil, pretendo ajudar”, respondeu.

Na Copa América Everton dividiu a artilharia com Paolo Guerrero que pertence ao Internacional e estava defendendo a seleção do Peru. Ambos jogadores marcaram 3 gols mas foi Everton que levou o troféu simbólico de artilheiro. O regulamento previa critérios de desempate, no caso assistências (uma para cada) e minutos em campo. Por ter precisado de menos tempo para marcar seus gols, o tricolor levou a melhor sobre o atacante colorado.

Deixe uma resposta

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies