Em noite de Alisson, Grêmio vence Tucumán na Argentina e se aproxima das semifinais da Libertadores

Jogando na Argentina, Atlético Tucumán e Grêmio abriram a fase quartas de final da Copa Libertadores da América na noite desta terça-feira (18). Em noite inspirada de Alisson, o meia abriu o placar e deu assistência para Everton marcar o segundo, a equipe brasileira não quis dar chance para o azar e construir um bom placar já na partida de ida. Com o auxílio do árbitro de vídeo, o time da casa acabou perdendo um jogador – expulso – ainda na primeira etapa.
Antes de iniciar a partida, na Argentina, havia uma dúvida no time do Grêmio: Thaciano ou Alisson? O treinador da equipe gaúcha, Renato Portaluppi, optou pelo camisa 23 e foi feliz na escolha. Assim como na partida de volta das oitavas de final, quando marcou o gol que levou a decisão ao pênaltis, Alisson voltou a ser decisivo na Copa Libertadores da América.

Grêmio suporta pressão inicial e cresce no primeiro tempo

O Atlético Tucumán, que jogava diante de seu torcedor, iniciou a partida pressionando a equipe do Grêmio.  O sistema defensivo da equipe brasileira assustou sua torcida nos minutos iniciais. Kannemann pareceu inseguro em dois lances. A primeira chance da equipe da casa foi aos sete minutos. Kannemann falhou e Geromel não conseguiu chegar na bola. Acosta acabou finalizando para fora. Nuñez, que havia entrado logo aos quatro minutos, por lesão de seu companheiro, forçou Marcelo Grohe intervir em cobrança de falta.
O Grêmio cresceu após a metade da primeira etapa. A equipe de Renato Gaúcho passou a ficar mais tempo com a bola nos pés e ocupou mais o campo de ataque. Foi a vez do time da casa se fechar. Everton, aos 28, aproveitou desvio de Cícero e chutou. A finalização saiu fraca e Lucchetti, em dois tempos, fez a defesa. O Grêmio conseguiu abrir o placar, com Alisson, aos 34 minutos. Cícero recebeu de Geromel e lançou o meia dentro da grande área. Alisson finalizou forte, sem dar chances para o goleiro, para colocar o time gaúcho em vantagem.
A missão do time da casa ficou ainda mais complicada aos 45. Nuñez pisou nas costas de Alisson e recebeu o cartão amarelo. O árbitro da partida, Wilmar Roldán, com auxílio do vídeo, anulou o cartão amarelo e expulsou o atleta do time argentino.

Tricolor administra, marca mais um e leva grande vantagem para Arena

Com um atleta a mais em campo, o Grêmio soube se comportar na segunda etapa. Mesmo em desvantagem numérica, o Atlético Tucumán tentou a reação, mas não obteve sucesso. O Tricolor conseguiu ampliar o marcador aos nove minutos. Leonardo Gomes encontrou Alisson pelo lado direito. O meia avançou com a bola e cruzou para Everton completar para o fundo das redes. Com o placar favorável, coube ao time de Renato Gaúcho administrar a partida e levar a grande vantagem à Arena. O placar poderia ser ainda maior. Pepê, aos 42 minutos deixou Everton cara a cara com Luchetti. Porém, o camisa 11 finalizou para fora.
Com a vantagem construída na Argentina, o Grêmio pode até perder por um gol de diferença que garante classificação às semifinais da Copa Libertadores da América. O empate também é favorável a equipe brasileira. Grêmio e Atlético Tucumán voltam a se encontrar no dia 02/10, às 21h45, na Arena, em Porto Alegre.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies