Diretor do Flamengo culpa chuva pela tragédia no CT

 

CEO do Flamengo, Reinaldo Belotti se pronunciou neste sábado (9), na sede do clube na Zona Sul do Rio de Janeiro, e confirmou que o Ninho do Urubu ainda não tinha o alvará de funcionamento. Mas o alojamento que pegou fogo na última sexta-feira tinha autorização do Conselho Nacional da Criança e Adolescente.

“Temos providências a tomar para que o CT seja legalizado. Precisávamos de nove certificados e temos oito. Estávamos trabalhando com os bombeiros para finalizar este processo. O alojamento foi aprovado pelo conselho da criança e do adolescente, que nos deu certificado. A Ferj, Federação de Futebol do Rio de Janeiro, e a CBF, Confederação Brasileira de Futebol, nos deram certificado de formadores”, afirmou Belotti, que também é o coordenador do Grupo de Gerenciamento de Crise criado pelo clube.

O dirigente confirmou que o sistema de ar condicionado do CT tinha passado por manutenção e disse que as fortes chuvas que caíram no Rio de Janeiro na última quinta-feira seriam as responsáveis pela tragédia.

“Preventivamente fizemos a manutenção no ar condicionado, e isso está registrado. Mas houve quase um furacão aqui no Rio. A região foi atingida e aconteceram vários picos de energia. A suposição é de que os picos de energia influenciaram no funcionamento e ocasionou o incêndio”, explicou.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas