Diferentemente de Guerrero, Trauco não se reapresenta e não justifica ausência

Coluna do Flamengo: O Flamengo se reapresentou no dia 25 de junho para focar nas competições em que disputa, como o Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Conmebol Libertadores. Contudo, Paolo Guerrero e Miguel Trauco, que estavam com a seleção peruana, tiveram datas marcadas para se apresentaram posteriormente no Ninho do Urubu. A reapresentação dos peruanos seria nesta segunda-feira (02), no entanto, apesar do centroavante comparecer, o lateral-esquerdo não foi ao CT do clube.
Além disso, Miguel sequer justificou a sua ausência aos dirigentes, conforme informou a assessoria do Mais Querido. Se antes o lateral havia escapado de advertências e multas (clique aqui para mais informações), a expectativa, dessa vez, é que haja alguma punição disciplinar sobre o jogador.


A diretoria foi surpreendida quando o defensor declarou publicamente, após a eliminação do Peru no Mundial da Rússia, a  sua intenção de sair do Rubro-Negro. Ele admitiu que está incomodado com as poucas oportunidades recebidas: “Quero sair do Flamengo, estou muito incomodado“, disse ele à agência EFE (Clique aqui para mais informações).
Contudo, como a declaração do que atleta não foi bem vista pela torcida e pelos dirigentes, o empresário do lateral, José Chacon, tentou amenizar a polêmica. Segundo Chacon, Trauco foi mal interpretado e, além do mais, respeita a decisão do técnico Maurício Barbieri (Clique aqui para mais informações).
— Acho que o Trauco foi mal interpretado. Ele está feliz no Flamengo e gosta do Rio de Janeiro. Mas como todo jogador, ele gosta de jogar. É uma questão tática do treinador do Flamengo (Barbieri), que o Trauco respeita. Mas é claro que não jogar incomoda qualquer atleta, independentemente se há ofertas por ele ou não -, afirmou o empresário do lateral na época, em aspas retiradas do Globoesporte.com.
Aos 25 anos de idade, Trauco está no Flamengo desde 2017. Ele chegou para substituir Jorge e teve bons resultados inicialmente. Entretanto, na reta final da temporada, ele passou a perder espaço, principalmente por conta das dificuldades apresentadas no setor defensivo.
O lateral foi sondado pelo Bordeaux, da França, mas, posteriormente, o técnico da equipe descartou a contratação. Cabe lembrar que o peruano tem contrato com o Flamengo até o final de 2019, e, de acordo com o Transfermarkt, site alemão especializado em valores do mercado da bola, o jogador vale pouco abaixo de 2 milhões de euros, girando em torno de R$ 8 milhões.
Com isso, o Flamengo ainda não recebeu qualquer proposta pelo peruano, que foi contratado livre e sem custo algum ao Time do Povo — ele estava em fim de contrato com Universitario (PER). O Mengão deve ir ao mercado buscar outro atleta para a posição, caso Trauco realmente não permaneça no clube da Gávea.
Paolo Guerrero se reapresentou normalmente e está no Ninho do Urubu realizando trabalhos individuais, junto a Willian Arão — esse se recupera de um baque no tornozelo. O contrato do centroavante, diferente de Trauco, está prestes a chegar ao fim — encerra-se no dia 10 de agosto. A tendência é que não haja a renovação do vínculo, por isso, a diretoria se movimentou e contratou o atacante Fernando Uribe, que estava atuando pelo Toluca, do México.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies