Diego explica pênalti desperdiçado: “As decisões que eu tomo são conscientes”

Meia falou que treinou daquela maneira

O meia Diego, do Flamengo, voltou a ser alvo de críticas por parte da torcida rubro-negra após desperdiçar mais um pênalti. Após novo empate em 1 a 1, o time carioca acabou sendo derrotado por 3 x 1 nas penalidades para o Athletico.

Durante as cobranças, Diego optou por dar uma cavadinha no centro do gol, mas o goleiro do Furacão fez a defesa. Veja o que disse o camisa 10 após a partida:

“Toda cobrança de pênalti é uma batalha entre o goleiro e o batedor. Assisti aos vídeos, assim como os goleiros também nos estudam, treinei esse pênalti exatamente igual. Ele estava tomando as decisões sempre de sair antes. E eu bati no meio. Não poderia bater forte porque não teria precisão. Bati no alto para o caso dele pular a bola não bater na perna dele. Foi a decisão que eu tomei. As decisões que eu tomo são conscientes. Foi isso que aconteceu. Hoje ele tomou a decisão de ficar e foi mais feliz que eu. Vai errar que pegar a bola e bater. Não vou passar essa responsabilidade”, justificou Diego.

Diego também se defendeu sobre o seu aproveitamento em penalidades e relembrou as vezes em que foi campeão, veja:

“Fui campeão do mundo pelo Porto na disputa. Fui duas vezes campeão da Copa América batendo pênaltis. Tive outras classificações em vários torneios batendo pênaltis. Aqui no Flamengo, o aproveitamento não tem sido como eu gostaria, mas as decisões que tomo são sempre conscientes. Durante o jogo, reconheço que há outros jogadores em momento melhor e têm batido, como Gabigol e Everton, mas na disputa, na posição em que estou, não tem como e não vou fazer de passar a bola, passar a responsabilidade”, finalizou.

Deixe uma resposta

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies