Destaque do Inter na Copa SP, Praxedes comenta sobre Grenal na final: “Não vai faltar raça”

Além de disputar neste sábado (25) a taça de campeão, o camisa oito colorado ainda concorre a prêmios individuais. E ele fala sobre tudo isso, e muito mais, com exclusividade à Revista Esportiva

O Inter está na final da Copa São Paulo depois de 22 anos, e um Grenal decidirá o campeão. O jogo que acontecerá neste sábado (25) contará com a presença de um jogador que não é apenas destaque do colorado, mas também da competição. Bruno Praxedes, meia de apenas 17 anos, é apontado por muitos como o principal nome do Celeiro de Ases na copa e gera pedidos de subida à equipe profissional por parte da torcida.

Em entrevista exclusiva à Revista Esportiva, o meia comentou sobre a final e revelou o desejo de ficar na história do Inter com a possível conquista do quinto título do clube gaúcho na competição- o colorado já venceu as edições de  1974, 78, 80 e 98. “Vai ficar marcado como a geração que conseguiu ganhar um título novamente”, falou o atleta.

Autor de dois gols na Copinha, Praxedes tem chamado atenção dos torcedores por sua técnica na meia cancha do time de Fábio Matias. Mesmo evitando focar na individualidade e dando total destaque ao grupo, o jovem carioca concorre a dois prêmios individuais: de craque da galera e de gol mais bonito da competição.

Independente de outros resultados, o mais novo xodó da torcida já é vencedor do Prêmio Dener de gol mais bonito das quartas de final, pelo golaço que marcou contra o Botafogo-SP, na vitória do Inter por 2×0.

Praxedes em jogo pelo Inter.   Foto: Leonardo Fister/Internacional

 

Durante o bate-papo, Praxedes comentou sobre a sensação de estar participando da sexta final da história do clube e o peso de ser um clássico. “Hoje presenciando, posso falar que Grenal é um dos melhores jogos de se jogar. Competitividade não falta”, disse o jogador.

O camisa oito também falou sobre a interação com a torcida nas redes sociais e, no final, deixou um recado para os colorados que acompanharam o grupo desde o início da Copa SP:

“Não vai faltar vontade, não vai faltar raça da nossa parte e creio que vamos dar muitas felicidades para a nação colorada”, declarou Praxedes.

 

Confira a entrevista:

 

O Inter voltou a disputar um título da Copinha depois de 22 anos. Qual a sensação de fazer parte desse grupo?

Nosso grupo sabe que se a gente ganhar essa Copinha vamos entrar para a história do clube. Isso é muito bom muito, gratificante. Vai ficar marcado para sempre no Internacional como a geração que, depois de 22 anos, conseguiu ganhar o título novamente.

Seu gol contra o Botafogo-SP foi eleito o mais bonito das quartas de final, recebendo o Prêmio Dener. Como você se sente sabendo que agora ele concorre ao gol mais bonito da competição?

Fiquei muito feliz quando vi que ganhei e  de saber que agora estou disputando de gol mais bonito num geral, mais bonito da Copa São Paulo. Mas acho que o foco maior é a taça, é ser campeão e voltar para o Sul com o título.

Você é bastante ativo nas redes sociais e a torcida colorada tem te dado muito apoio. Como está sendo essa interação?

Toda nação colorada vem me apoiando bastante, me ajudando muito nas redes sociais. Fico muito feliz, muito feliz mesmo. É muito prazeroso você ver seu trabalho sendo reconhecido da melhor forma possível e eu espero dar muitas alegrias ao torcedor colorado. Vou sempre tentar honrar o manto da melhor forma possível.

 

Praxedes comemora vaga na final ao lado dos companheiros. Foto: Leonardo Fister/Internacional

 

Como carioca,  você consegue imaginar a dimensão de um Grenal em uma final, mesmo sendo pelas categorias de base? 

Grenal é Grenal, não importa a idade. Poder ter nove anos que vai ter briga, discussão, competitividade e isso é bom demais. Eu, como carioca, sempre ouvia muito e pensava “será que é isso mesmo?”. E hoje, presenciando, vendo a grandeza que é, posso falar que Grenal é um dos melhores jogos de se jogar. Jogo grande. São jogos assim que a gente tem que gostar de jogar.

São poucos dias entre a semifinal e a final. Como vocês fazem a preparação para um jogo tão importante em pouco tempo?

São muitos jogos, mas estamos muito bem preparados. Nossa comissão nos dá o melhor auxilio possível. Está todo mundo bem preparado O que nos resta é descansar, nos alimentarmos bem e manter o foco. Se fizermos isso, temos tudo para sairmos campeões no sábado.

Quais são as suas expectativas para o jogo?

A nossa equipe está muito bem preparada, com foco e união no grupo. A gente vai manter o que vem fazendo em todos os jogos, que é ser intenso no ataque e na defesa. Botar a bola no chão e jogar. Ir para cima deles, impor nosso estilo de jogo e fazer a melhor partida possível.

E, para finalizar, manda um recado para a torcida colorada que está com vocês desde o início e vai apoiar muito o time nessa final.

Eu queria agradecer a toda nação colorada pelo apoio que vem nos dando desde a primeira partida. Com certeza não vai faltar vontade, não vai faltar raça da nossa parte e creio que vamos dar muitas felicidades para vocês. Queria mandar um abraço, tamo junto.

 

 

 

1 comentário
  1. Leal Diz

    Entrevista maravilhosa, pra cima deles, Inter.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler mais sobre isso

Políticas de privacidade e Cookies