REVISTA ESPORTIVA
redacao

Craque do título do Brasileiro de 2010, Conca pede fim da politicagem no Fluminense

Segundo argentino, "mentiras e soberba" nunca fizeram parte de um clube vencedor

0

Com a moral de ter duas passagens bastante destacadas pelo Fluminense, Dario Conca é outro a demonstrar que está totalmente insatisfeito com os últimos acontecimentos dentro e fora de campo. Segundo o ex-meia argentino, enquanto a política prevalecer, o Tricolor jamais voltará a ser vencedor, uma clara crítica à gestão Mário Bittencourt

“O Fluminense é gigante, maior que todos… As Mentiras, soberbas, falta de humildade e a politicagem nunca fizeram parte de um Fluminense vencedor!”, escreveu em sua conta no Twitter.

Na primeira temporada que defendeu o Fluminense, Conca foi um dos responsáveis pela histórica campanha do vice da Taça Libertadores de 2008 e maestro do título do Brasileirão de 2010, competição da qual foi eleito o craque, disputando as 38 rodadas da competição. Em 2011, deixou as Laranjeiras, mas, três anos depois, retornou e, mesmo sem sido campeão, voltou a mostrar a conhecida categoria. Saiu novamente em 2015 e, dessa vez, jamais retornou.

Não é a primeira vez que Conca posta algo contra a atual diretoria. Por ocasião do lançamento do livro comemorativo aos 10 anos do título do Campeonato Brasileiro de 2010, o argentino, amigo pessoal de Celso Barros, vice-geral do Fluminense, mas desafeto declarado do presidente Mário Bittencourt, disse sequer ter sido convidado para o evento, que, por conta da pandemia do Coronavírus, aconteceu exclusivamente de forma on-line

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.