Publicidade

Correndo risco de suspensão, Bruno Silva pede desculpas, mas diz também ter sido vítima de agressão moral

Volante pode ser punido por 18 jogos, mas está liberado para o Fla-Flu

0 0

Antes do treino no CT Pedro Antônio na tarde desta quinta-feira, o volante Bruno SIlva concedeu entrevista coletiva e falou sobre diversos assuntos. O principal deles, o episódio do último sábado, quando desferiu uma cusparada em torcedores do Vasco após o clássico do último sábado no Mané Garrincha, em Brasília. Reconhecendo o seu erro, o jogador pediu desculpas pelo ato, mas disse também sofrido o mesmo tipo de agressão moral.

“Eu, de cabeça quente, reconheço que errei e peço desculpas.Estava saindo do campo e cuspiram, pegou no meu rosto. E toda ação gera uma reação. Sei que tenho minha culpa, mas a torcida tem que ter esse respeito também. Não é só chegar ali e xingar, ofender e sair como coitadinha não”, declarou o volante.

Bruno Silva foi denunciado pelo Tribunal de Justiça desportiva do Rio de Janeiro e corre o risco de ser punido por 18 jogos. Como o julgamento só acontecerá na próxima semana, ele está liberado para encarar o Flamengo no sábado, às 19h (de Brasília), no Maracanã, em uma das semifinais da Taça Guanabara, segunda fase do Campeonato Carioca.

Por: Maximilian Pimenta

Publicidade

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas