Conmebol define punição para Rodolfo

Goleiro do Fluminense foi flagrado em exame antidoping na Sul-Americana de 2018

O departamento de dosagem da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) suspendeu o goleiro Rodolfo, do Fluminense, pelos próximos três anos. A pena foi definida no último dia 05 de dezembro, mas somente agora teve seu conteúdo divulgado.

Detectado com “Benzoilecgonina”, metabólito da substância proibida, Rodolfo foi pego no exame antidoping realizado no 23 de maio do ano passado, após a goleada de 4 a 1 sobre o Atlético Nacional, da Colômbia, no Maracanã, pela Copa Sul-Americana. Na ocasião, ele ficou na reserva de Agenor.

Como já cumpriu um ano da pena, o goleiro necessita ficar afastado por mais duas temporadas. Ele já rescindiu o seu vínculo com o Tricolor, mas a equipe das Laranjeiras segue dando respaldo jurídico na defesa do atleta.

Em 2012, quando defendia o Athletico-PR, Rodolfo foi suspenso por dois anos ao ser flagrado com a mesma substância. Na ocasião, declarou não ter visado benefício esportivo ao consumir a droga e acabou se beneficiando da redução prevista no capítulo 3 do Artigo 104. Ele permanece no Rio de Janeiro com sues familiares e segue treinando por conta própria,

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site Web utiliza cookies, incluindo cookies de terceiros e web beacons para melhorar a sua experiência online, permitindo-nos adaptar os nossos conteúdos para si com base nos seus interesses e nos seus hábitos de navegação. Ao continuar a utilizar o nosso site Web, você aceita a utilização de cookies e de web beacons pela nossa parte. Para obter informações sobre os cookies que utilizamos, para obter mais detalhes sobre como processamos os seus dados pessoais e para obter informações sobre como pode retirar o seu consentimento (que poderá fazer em qualquer momento), clique em ler nossas políticas Aceitar Ler políticas

Políticas & Cookies