Comunicador Pedro Ernesto, entra em rota de colisão com torcida do Inter

A torcida parece não ter gostado do que o jornalista escreveu sobre o caso.

O comunicador Pedro Ernesto Dernadin, entrou em rota de colisão com a torcida do Internacional de Porto Alegre. Tudo aconteceu depois que ele publicou uma matéria com o título: “O Inter pagou um mico que ficará para história”, fazendo referência ao caso Guerrero, que teve a sua liminar provisória derrubada e não poderá mais atuar pelo colorado em 2018.
A torcida entendeu que Pedro Ernesto foi propositalmente desrespeitoso com a instituição Sport Club Internacional, ao classificar como um “mico histórico” , uma situação onde o atleta teve o seu direito de trabalhar interrompido pela justiça e não poderá nem mesmo treinar nas dependências do clube.
O fato ganhou ainda mais repercussão, porque não é a primeira vez que um profissional da Gaúcha ZH,  cria atritos com a torcida do Inter.
Em 2017, o jornalista  Diogo Olivier, foi motivo de muita discussão, porque dentro de uma van, gritou as palavras: “…É Grêmio! Colorado é tudo p***, colorado é tudo p***…”. Na época, o Internacional pediu explicações e o jornalista publicou na sua conta do Twitter que se tratava de uma imitação de um amigo gremista.
Para aflorar ainda mais os atritos entre colorados e Gaúcha ZH, Pedro Ernesto respondeu com ironia a uma publicação do jornalista colorado Fabiano Baldasso, que não deixou barato.
Veja:

Até este momento, o comunicador nem a Gaúcha ZH se pronunciaram sobre o assunto.
Entenda o caso Guerrero:
O jogador Guerrero foi apresentado ao Internacional como novo reforço do clube por 3 anos. No entanto, uma liminar já prevista pelos dirigentes poderia cair a qualquer momento e foi o que aconteceu. O atleta não pode atuar pelo Inter até que cumpra a totalidade da sua pena de 14 meses. Como já cumpriu 6, ainda restam 8 meses.
 

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies