Com um a menos e pênalti desperdiçado, Palmeiras fica no empate com o Bahia

Bahia e Palmeiras deram início na decisão por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil 2018. Jogando na Arena Fonte Nova, as duas equipes não conseguiram abrir o placar. O Palmeiras, que terminou a partida com um atleta a menos em campo, desperdiçou um pênalti na segunda etapa.
Mesmo jogando fora de casa, o Palmeiras foi melhor que o Bahia nos minutos iniciais. Dudu e Deyverson levaram perigo ao gol defendido por Anderson. O goleiro da equipe tricolor mostrou serviço logo no primeiro minuto. Moisés tentou lançar Deyverson, mas a bola foi cortada e ficou com Dudu. O camisa 7 finalizou na saída do arqueiro, que conseguiu salvar.
Mais tarde, aos 14 minutos, foi a vez de Deyverson finalizar. Dudu conseguiu cruzar e o atacante completou de bicicleta. A bola passou muito perto da trave. Até então, o Bahia não conseguia manter a bola nos pés. Zé Rafael tratou de ajudar sua equipe, que conseguiu conter a euforia do time paulista e passou a jogar melhor.
A primeira chance da equipe da casa veio justamente dos pés de Zé Rafael, aos 18 minutos. O camisa 10 cobrou falta com estilo, mas a bola não entrou. Bruno Henrique respondeu aos 20. o volante finalizou e coube a Mena salvar a equipe. O Bahia conseguiu crescer nos minutos finais, mas ainda encontrou dificuldades na recomposição. A torcida da casa reconheceu o esforço do time e aplaudiu a equipe no fim do primeiro tempo.
O segundo tempo foi marcado pelo uso do Árbitro de Vídeo (VAR) em lance decisivo. Antes disso, o Bahia assustou no primeiro minuto. Mena cruzou e Gilberto finalizou. A bola passou perto do gol de Weverton. Willian, aos seis minutos, sentiu a coxa e foi substituído por Atur. O goleiro Anderson salvou o Bahia aos nove minutos. Gregore foi afastar cruzamento de Diogo Barbosa e quase mandou contra o próprio patrimônio. Trabalho também para o goleiro do Verdão. Elton finalizou e Weverton salvou, aos 16.
O VAR apareceu aos 26 minutos. Anderson Daronco marcou pênalti de Gregore em Artur e expulsou o volante do Tricolor Baiano, aos 24. Após quatro minutos, o árbitro da partida anulou o cartão vermelho e aplicou o amarelo. Bruno Henrique acertou o travessão de Anderson na cobrança da penalidade.
Antes do término da partida, o Palmeiras ainda perdeu o atacante Deyverson, expulso. O camisa 16 acertou o cotovelo em Mena. Daronco não percebeu o lance na hora e, mais uma vez, foi alertado pelo VAR sobre o acontecido. Por conta das paralisações, a partida teve nove minutos de acréscimos, mas nenhuma equipe conseguiu abrir o placar. A decisão da vaga irá ficar para o dia 16/08, no Allianz Parque.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies