Com show de Deyverson e Dudu e arbitragem péssima, Palmeiras bate o Corinthians por a 1 a 0

Deu Palmeiras na estreia de Jair Ventura como técnico do Corinthians. Neste domingo, no Allianz Parque, os donos da casa não entraram com todos seus titulares, mas levaram a melhor sobre o maior rival, vencendo por 1 a 0. O gol foi marcado por Deyverson, no segundo tempo.

De olho na Copa do Brasil, o técnico Luiz Felipe Scolari preservou nomes como Willian e Moisés do início da partida, mas, na etapa complementar, colocou ambos. Foi com o meia já em campo, inclusive, que saiu o tento da vitória, aos 11 minutos, com Deyverson.

O atacante, aliás, tirou os corintianos do sério. A cada falta sofrida, o camisa 16 valorizava, irritando os rivais, que explodiram quando, ao ser substituído, piscou para o banco adversário, causando um leve tumulto na lateral de campo.

Com o resultado, o Palmeiras chegou a 46 pontos, reassumindo a terceira colocação, que chegou a ficar com o Flamengo. A distância para os líderes Internacional e São Paulo é de três pontos. Já o Corinthians segue com 30 pontos e cai para a nona colocação do Brasileiro.

Palmeiras e Corinthians agora voltam suas atenções para Copa do Brasil, com os compromissos de ida das semifinais na próxima quarta-feira. A equipe alviverde receberá o Cruzeiro, de novo em sua casa, às 21h45; mesmo horário em que os alvinegros visitam o Flamengo no Maracanã.

Pelo Brasileiro, pela 25ª rodada, Palmeiras e Corinthians jogam no próximo domingo, respectivamente, contra Bahia (16h), em Salvador, e Sport (19h), em São Paulo.

Primeiro tempo quente e com pouco futebol

O dérbi começou com a temperatura alta. No primeiro encontro entre os rivais no Allianz Parque desde a polêmica final do Paulista, o Palmeiras se enfureceu com a arbitragem de Jean Pierre Gonçalves, principalmente, depois de lance envolvendo Lucas Lima e Danilo Avelar.

Ainda aos seis minutos de partida, o meia palmeirense tentou entrar na área, mas caiu. O árbitro mandou seguir, revoltando Lucas Lima, que acabou recebendo cartão amarelo por reclamação. O clima tenso tomou conta também do estádio, impaciente a cada falta marcada.

Com a bola rolando, o Corinthians até foi responsável pela primeira finalização, aos três minutos, com Jadson, por cima. A postura dos visitantes, porém, foi de segurar o Palmeiras, que, de fato, teve dificuldades para criar, com Lucas Lima aparecendo pouco, e Hyoran mal

As melhores chances vieram apenas na reta final do primeiro tempo. Aos 30, Hyoran assustou batendo cruzado; e, aos 36, Deyverson roubou bola de Douglas e bateu para fora. O centroavante também ficou no quase aos 40, de cabeça, em cruzamento de Dudu, que, por sua vez, finalizou fraco aos 44 para uma defesa fácil de Cássio, no centro do gol.

Deyverson dá a vitória ao Palmeiras

No segundo tempo, o Palmeiras voltou com Moisés no lugar de Thiago Santos na tentativa de ser mais criativo. A equipe alviverde seguiu rondando a área adversária, mas as dificuldades para finalizar persistiram. Até que aos 11 minutos, enfim, Deyverson fez a festa.

O gol saiu mais um cruzamento, desta vez, porém, rasteiro. O camisa 16 do Palmeiras levou a melhor sobre Léo Santos e só desviou para bater também Cássio e incendiar o Allianz Parque.

O Corinthians só foi conseguir responder aos 24 minutos, quando Henrique raspou cobrança de falta de Jadson para fora, tirando tinta da trave de Weverton. Aos 27, no entanto, o Palmeiras foi bem mais perigoso, com Dudu, que carimbou o travessão de Cássio

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 0 CORINTHIANS

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 09 de setembro de 2018, domingo
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP)
Público: 38.568 pagantes
Renda: R$ 2.781.213,42
Cartões amarelos: Lucas Lima, Deyverson (Palmeiras), Danilo Avelar, Roger e Ralf (Corinthians)
Gols: Palmeiras – Deyverson (aos 11 minutos do segundo tempo)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Victor Luís; Felipe Melo, Thiago Santos (Moisés) e Lucas Lima; Hyoran, Dudu e Deyverson (Willian)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CORINTHIANS: Cássio; Mantuan (Gabriel), Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Douglas; Pedrinho (Clayson), Jadson e Romero; Roger (Jonathas)
Técnico: Jair Ventura

Gostou da matéria? Então siga-nos

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas