Com dois gols de Raphael Veiga, Atlético-PR bate o Caracas e fica com um pé nas quartas de final da Sul Americana

Emprestado pelo Palmeiras, nas últimas duas partidas com a camisa do Atlético-PR, Rafael Veiga fez 3 gols.

O Atlético colocou um pé nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Com uma apresentação consistente e sem sustos, o Furacão jogou para o gasto para vencer o Caracas por 2×0, na noite desta quarta-feira (19), no Estádio Olímpico de La UCV, na Venezuela e pode até perder por um gol de diferença na partida de volta, dia 3 de outubro, na Arena da Baixada, para seguir adiante na competição internacional. O time atleticano vira a chave e volta as suas atenções para o Brasileirão. No domingoterá pela frente o clássico contra o Paraná, no Joaquim Américo, para tentar se afastar de vez da zona de rebaixamento.
Mais organizado e diante de um adversário com problemas técnicos visíveis, o Atlético demorou para colocar em prático seu ritmo de jogo. Na verdade, o Furacão, apesar de ficar mais com a posse de bola, aceitava fácil a marcação do Caracas. Tanto que a primeira boa chance saiu apenas aos 21 minutos. Depois da cobrança de falta e de a defesa venezuelana afastar mal, Raphael Veiga chutou de fora, mas pegou mal.
O Atlético, com a marcação adiantada, forçava o erro do Caracas. O time venezuelano, então, entregava a bola ao Furacão que, por sua vez, não tinha o capricho necessário no último terço do campo. Aos 28, Jonathan cruzou e Pablo cabeceou por cima. Na única chance dos donos da casa, aos 30 minutos, quase o time atleticano foi castigado. Depois da cobrança de escanteio, a defesa rubro-negra parou e Añor, livre na área, errou o alvo.
Clique aqui para mais detalhes da partida.
Tribuna Paraná.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies