Publicidade

Com direito a primeiro gol de Ganso, Flu derrota o Ypiranga-RS e avança na Copa do Brasil

Na terceira fase, Tricolor encara a Luverdense-MT

Publicidade

O primeiro gol, o jogador e a torcida nunca esquecem. Após passar em branco contra Bangu e Resende, Paulo Henrique Ganso sentiu, na noite desta quarta, o sabor de seu primeiro gol com a camisa do Fluminense. Para aumentar ainda mais o frisson dos tricolores, o meia, assim como Renato Gaúcho na histórica decisão do Campeonato Carioca de 1995, usou a barriga e definiu a vitória de 3 a 0 sobre o Ypiranga-RS, em confronto disputado no Maracanã, válido pela segunda fase da Copa do Brasil.

Classificada, a agremiação das Laranjeiras enfrenta, na próxima fase, a Luverdense-MT. A ordem das partidas será definida através de sorteio na sexta, às 11h (de Brasília), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Vendo a fragilidade do adversário, o Fluminense não demorou a abrir o placar. Logo aos quatro minutos, o goleiro do Ypiranga, Deivity, tentou sair jogando, mas a bola carimbou em Luciano e sobrou limpa para Everaldo, que estufou o gol vazio.

Com Ganso organizando as jogadas e outra boa exibição de Caio Henrique, os cariocas ampliaram ainda no primeiro tempo. Aos 36 minutos, aproveitando bela trama pelo lado esquerdo, Luciano recebeu na área e, de virada, finalizou à direita, sem chances para o arqueiro do time gaúcho.

Aos 11 minutos do segundo tempo, veio o momento mais esperado. Após escanteio batido por Caio Henrique, Digão escorou e Ganso, de barriga, empurrou para o fundo das redes. O camisa 10 até ameaçou subir as escadas que dão acesso às arquibancadas, mas, temendo um cartão amarelo, Matheus Ferraz impediu a comemoração do craque junto aos torcedores.

Com o placar e a vaga decididos, o técnico Fernando Diniz poupou a sua maior estrela, colocando Daniel. Allan e Marquinhos Calazans também entraram na etapa final, substituindo, respectivamente, Aírton e Gilberto. No final, alegria dos poucos mais de seis mil presentes ao Maracanã e pedidos de “Fica, Everaldo”, uma alusão ao fato de o Cruzeiro estar sondando a sua contratação.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 YPIRANGA-RS

Competição: Copa do Brasil – Segunda Fase (Jogo único)
Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 06/03/2019 (quarta)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho, auxiliado por Herman Brumel Vani e Gustavo Rodrigues de Oliveira, todos da Federação Paulista de Futebol (SP)
Renda: R$ 182.950,00
Público: 5.847 pagantes (6.051 presentes)
Cartões amarelos: Bruno Silva (FLU) e Léo Kanu (YPI)
Cartão vermelho: –
Gols: Everaldo (4’/1ºT), Luciano (36’/1ºT) e Ganso (12’/2ºT)

FLUMINENSE: Rodolfo, Gilberto (Marcos Calazans), Matheus Ferraz, Digão e Caio Henrique; Airton (Allan), Bruno Silva e Ganso (Daniel); Everaldo, Luciano e Yony González.
Técnico: Fernando Diniz.

YPIRANGA: Deivity, Wesley, Léo Kanu, Wagner e Rafael Klein; Henrique, Faísca, Flávio (Fidélis) e Vinícius Tsumita (Lima); Marcinho (Joãozinho) e Jackson.
Técnico: Círio Quadros.

Por: Maximilian Pimenta

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas