Com belo primeiro tempo, Fluminense derrota a Chapecoense e aproxima-se do G-6 no Brasileirão

Foi a primeira vitória do Tricolor na Arena Condá

Na noite desta segunda-feira, fechando a 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense visitou a Chapecoense na Arena Condá e conseguiu uma vitória fundamental para suas pretensões no torneio. Com um belo primeiro tempo, o Tricolor das Laranjeiras superou o Alviverde do Oeste de Santa Catarina pelo placar de 2 a 1.
O resultado levou a agremiação carioca aos 34 pontos e, na nona posição, aproxima-se do G-6 da Série A. Em contrapartida, o time catarinense permaneceu nos 28 pontos, mas caiu para o 17º lugar, entrando na zona de rebaixamento.
O próximo desafio do Fluminense acontece no sábado, às 16h (de Brasília), recebendo, no Nilton Santos, o Grêmio, que, por conta do compromisso do dia 02 de outubro, em Porto Alegre, diante do Atlético Tucumán, válido pelas quartas-de-final da Libertadores, deve vir com uma equipe reserva. No domingo, às 19h (de Brasília), a Chapecoense tem um confronto direto na fuga do Z-4 na Arena Castelão, em Fortaleza, contra o Ceará.
Apesar do gramado escorregadio, o Fluminense não demorou a abrir o placar. Logo aos dez minutos, Everaldo recebeu na esquerda, deu um corte para dentro e, de pé direito, finalizou no canto. O goleiro Jandrei nada pode fazer.
Os comandados de Marcelo Oliveira faziam uma partida correta, seguravam qualquer tentativa da Chapecoense e, sempre que chegavam à frente, levavam a zaga adversária ao desespero. Em um desses ataques, aos 35, Sornoza, sem marcação, dominou na meia-lua e, de pé direito, estufou as redes de Jandrei: Flu 2 a 0.
Na segunda etapa, a Chapecoense, como era de se esperar, veio com tudo, mas esbarrava na ineficiência de seus atacantes. Mesmo assim, curiosamente, em jogada originada de escanteio a favor do Fluminense, acabou descontando com Leandro Pereira, após escapada de Bruno Silva pela direita. Qualquer esperança de reação, no entanto, acabou no lance seguinte, quando Douglas cometeu falta em Ayrton Lucas e recebeu cartão vermelho.
Com um atleta a mais, o Fluminense controlou as ações e garantiu a primeira vitória da história na Arena Condá, além de manter o sonho de uma vaga na próxima Taça Libertadores.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies