Publicidade

Caso Deyverson! Leila explica versão da Crefisa

0 0

“Isso realmente não pega bem, nem para o patrocinador, nem para o atleta e nem para o clube. Mas tenho certeza que o Palmeiras irá tomar as providências que forem necessárias para coibir esse tipo de atitude que é muito feia. Isso não é bom para ninguém”, afirmou a dona da Crefisa e FAM à Gazeta Esportiva.

Leila Pereira não é a única conselheira a se manifestar contra Deyverson. Outros membros do órgão ouvidos pela reportagem pedem a negociação do centroavante, autor do gol do título brasileiro de 2018, mas que acumula polêmicas e cinco expulsões pela equipe.

Fato é que a Crefisa, de Leila Pereira, não sairá no prejuízo quanto ao atleta. O atleta foi comprado em julho de 2017 por cerca de R$ 18 milhões, pagos pela empresa, que deverá receber o ressarcimento do clube, confirme determinação da Receita Federal, independentemente do valor obtido quando Deyverson deixar o clube.

Nesta segunda-feira, ele será julgado pelo TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) no artigo 254-B do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê punição de seis a 12 partidas. No mesmo dia, Felipão também será julgado no tribunal.

Gustavo

Publicidade

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas