Publicidade

Blogueiro do Explosão Tricolor questiona possível fundo de investimentos, silêncio da oposição e indefinição sobre eleições

De acordo com Vinícius Toledo, momento do Fluminense é recheado de indefinições e gera apreensão ao torcedor

Publicidade

Um momento recheado de indefinições. Esse é o resumo do que pensa Vinícius Toledo sobre o Fluminense. Em sua coluna no portal Explosão Tricolor desta quinta-feira, o blogueiro teceu vários comentários altamente críticos

O primeiro assunto abordado foi a possibilidade da criação de um fundo de investimentos, tendo, como principal parceiro, o empresário iraniano Kia Joorabichian, o mesmo que, no início dos anos 2000, injetou uma forte receita no Corinthians e, posteriormente, foi acusado de envolvimento com a Máfia Russa.

“Considerando o atual cenário financeiro do Fluminense, o fundo de investimento pode ser uma solução a curto e médio prazo. No entanto, alguns questionamentos precisam ser realizados: Por que não foi tentado no primeiro ano de gestão? Quais serão as condições da negociação? Outro ponto que merece ser discutido é se o Fluminense seguirá bancando elevados custos em diversas áreas não relacionadas ao futebol”, esceveu.

Ainda descrevendo sobre o fundo de investimentos, Toledo diz não entender de, até o momento, não ter havido qualquer manifestação dos grupos opositores da atual gestão.

“Uma coisa que chama atenção é o silêncio da oposição política do clube. Não há nenhum questionamento ou sinalização de preocupação. Será que parte dela está ciente dos bastidores da negociação ou é descaso mesmo? Só o tempo dirá, caso o fundo realmente seja concretizado”, continuou.

Aproveitando o fato ter citado a oposição, Vinícius Toledo também perguntou o porquê de, mesmo após a Assembleia Geral do último dia 26 de janeiro, as eleições presidenciais permanecem sem data definida. O blogueiro, inclusive, questiona se não teria sido uma articulação de Pedro Abad para cumprir o seu mandato.

“Aé o presente momento não há sinal algum de antecipação da eleição presidencial. No final de dezembro, cheguei a comentar que o presidente ainda ficaria um bom tempo ou até o final do seu mandato. Vale ressaltar que o possível processo eleitoral ainda corre o risco de parar na Justiça, segundo posicionamentos de alguns opositores. Ou seja, nada é garantido. Jogada de mestre?”, postou.

Tentando se manter alheio do que ocorre nos bastidores, dentro de campo, o Fluminense enfrenta o Boavista nesta quinta, às 20h (de Brasília), no Elcyr Resende, em Bacaxá, distrito de Saquarema, pela Taça Rio, terceiro turno do Campeonato Carioca.

Por: Maximilian Pimenta

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas