Árbitro cita 'reclamação acintosa' de Alexandre Mattos na súmula do jogo

0

Dewson Fernando Freitas da Silva citou Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, na súmula do jogo deste domingo. O árbitro relatou o que considerou uma reclamação “acintosa” no fim do primeiro tempo, quando o dirigente foi até a boca do túnel que dá acesso ao vestiário no Pacaembu. A revolta se deu por conta do pênalti marcado para o Cruzeiro, apesar do toque de Gustavo Gómez com a mão ter acontecido fora da área.

“Informo que ao término do primeiro tempo, na saída do sexteto de arbitragem do campo de jogo para o vestiário, fomos abordados pelo sr. Alexandre Mattos, diretor de futebol da S.E. Palmeiras, que se encontrava atrás do gol, na frente dos túneis que dão acessos aos vestiários da arbitragem da equipe do Palmeiras. E de forma acintosa proferiu as seguintes palavras: ‘vocês vão ver as imagens, não pode acontecer um erro desses’; em ato contínuo, o mesmo foi contido pelo policiamento e fiscais do jogo para que voltasse ao vestiário de sua equipe”, diz o texto publicado pelo árbitro.
O erro de Dewson fez com que o presidente Maurício Galiotte se pronunciasse de forma contundente depois da partida. Para ele, a falha foi “gravíssima” e por isso irá à CBF nesta segunda-feira para cobrar providências.
No lance que gerou o gol do Cruzeiro, marcado por Mancuello, Gustavo Gómez recebeu o cartão amarelo. Também de acordo com a súmula, a punição se deu porque “em disputa de bola, interceptou a bola com a mão dentro de sua área penal, impedindo um ataque promissor”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Cookies para aperfeiçoar a experiência dos leitores. Aceita continuar? Aceito Ler: Política de privacidade e cookies