Publicidade

Após empate contra o Rosário, Grêmio perde em casa por 1 a 0 para o Libertad

Publicidade

O reencontro da Arena com a Libertadores teve o mesmo resultado da despedida no ano passado. Sem repetir as atuações luxuosas do Gauchão, o Grêmio foi surpreendido pelo Libertad e acabou derrotado por 1 a 0, gol de Bareiro. Com o resultado, estaciona em um ponto e vê a equipe paraguaia alcançar seis e disparar na liderança. Nesta quarta, jogam Universidad Católica e Rosario Central.

O Grêmio, que costuma massacrar seus adversários, sofreu nos primeiros 10 minutos. Malandro, o Libertad encurtava a marcação sobre os construtores do time gaúcho e arriscava nos contra-ataques. Quando podia, subia a marcação. Assim que quase abriu o placar.

Só aos 14 minutos o Grêmio chutou pela primeira vez. Marinho fez jogada individual pela direita, conduziu para o meio e arriscou, para fora.

E quando o primeiro tempo parecia terminar, um intervalo de 30 segundos mudou tudo. Começou com Cortez. Ele tabelou com Maicon e recebeu na área. Ao chegar perto do zagueiro, caiu pedindo pênalti. O árbitro não marcou e o Libertad saiu para o contra-ataque. Martínez teve vantagem sobre Vizeu, que não cometeu falta. Ele abriu para a esquerda, onde Cardozo driblou Geromel e cruzou rasteiro. Bareiro concluiu de primeira, no contrapé de Paulo Victor: 1 a 0.

Com essa formação bastante ofensiva, o Grêmio dominou o Libertad na metade final do segundo tempo. Os paraguaios abandonaram qualquer tentativa de ataque e só se defenderam. Por isso, o time da casa nem sentiu a ausência de Michel, que sentiu dores nas pernas e ficou só fazendo número em campo. O problema é que a pressão não se transformou em gol.

Ficha técnica

Grêmio: Paulo Victor, Geromel, Kannemann, Leonardo, Cortez, Michel, Maicon (Jean Pyerre), Luan, Marinho (Diego Tardelli), Everton e Felipe Vizeu (André). Técnico: Renato Portaluppi.

Libertad: Martín Silva, Iván Piris, Paulo da Silva, Luis Cardozo, Ayrton Cougo, Antonio Bareiro, Sergio Aquino (Riveros), Álexander Mejía, Rodrigo Rivero (Edgar Benítez), Adrián Martínez (Recalde) e Oscar Cardoso. Técnico: José Chamot.

Arbitragem: Diego Haro (PER), auxiliado por Victor Raez (PER) e Michel Orue (PER).

Gustavo

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas