Após Cruzeiro, outro gigante brasileiro se interessa por Keno, ex-Palmeiras

0

Um dos grandes destaques do futebol brasileiro nos últimos anos pode retornar ao País na temporada 2019. O atacante Keno é o ‘sonho de consumo’ de quatro grandes clubes do Brasil.

A reportagem do FOXSports.com.br apurou com exclusividade que o Flamengo é o mais novo interessado no atacante. O Rubro-Negro, assim como os rivais Palmeiras, Cruzeiro e Grêmio, fez uma consulta ao staff do atleta sobre a situação do atacante do Pyramids FC, do Egito.

Porém, não será tão fácil contar com o atacante na próxima temporada. Isso porque o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, é o grande interessado em Keno e tem uma ligeira vantagem em relação aos times brasileiros na negociação. O chamado ‘Mundo Árabe’ lidera a ‘corrida’ por Keno por conta dos valores. Financeiramente, as equipes brasileiras não têm condições de competir com árabes. Atualmente, o Pyramids, time egípcio, tem o apoio do Ministro do Esporte. Com isso, a equipe vive em uma espécie de ‘oásis financeiro’ em relação aos rivais.

Porém, ainda não se sabe ao certo até quando o investimento do governo egípcio no futebol e no Pyramids vai durar. Keno, que soma grande atuações no país africano, é o grande destaque da Liga, o que fez com que os vizinhos árabes crescessem o olho para cima do atacante brasileiro. Ao todo, são dez partidas na Liga Egípcia e seis gols marcados.

Ainda não existem ofertas dos times brasileiros para Keno, mas é fato que os quatro times citados acima realizaram consultas ao staff do atleta e sonham com o atacante para a próxima temporada. O atleta é tido como uma ‘peça rara’ no futebol nacional, que segue atrás de pontas rápidos e habilidosos. Recentemente, o Flamengo desembolsou R$ 43 milhões para acertar com Vitinho, ex-CSKA, que tem as mesmas características de Keno

Gustavo

Comentários
Carregando comentários...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Conheça nossas políticas